segunda-feira, 27 de junho de 2016

Nossas escolhas.



Durante uma sessão terapêutica, escutei semana passada, os seguintes questionamentos de um paciente: ‘’O que devo fazer? Que caminho devo seguir?

Quem nunca passou por um momento assim...Que caminho seguir?

Eu penso que todos os dias fazemos escolhas. Acordar ou continuar dormindo? Sair da zona de conforto ou ficar ‘’marcando passo’’? O certo, é que as escolhas determinam o caminho a ser seguido. Por isso, não podem ser feitas por impulsos.

Sei, sei que às vezes, é impossível fazer boas escolhas ou escolhas coerentes, mas é preciso ter em mente que toda escolha vem envolvida de responsabilidade.

Então, o que fazer? Eu penso que uma boa escolha seja aquela em que você não trai os seus princípios morais e não traz consequências negativas ao seu próximo.

Enfim, escolha o que faz bem a você, o que deixa o seu coração mais tranquilo e faz você sorrir no final do dia.

Bjs,
Alda