quinta-feira, 21 de fevereiro de 2019

‘’Uma vida sem desafios não vale a pena ser vivida’’






Sim, o grande filósofo Sócrates tinha razão: ‘’Uma vida sem desafios não vale a pena ser vivida’’. Você concorda? Quantas lutas já vencidas e quantas foram adiadas em nossas vidas... 

Desafio  para vencer !Luta para continuar caminhando!Ser capaz de agradecer a Deus cada conquista. É claro que não desejamos sofrimento, mas sempre peço a Deus sabedoria para poder vencê-lo. É preciso... Não é mesmo?

É claro que as gangorras das emoções vão fazer parte deste processo. Nada será fácil!Vontade de desistir ou de recuar, mas creio que sem luta nada será vencido...É preciso fé, sabedoria, coragem e persistência.Não é verdade?Penso assim...

Enfim, somos mais fortes quando acreditamos que podemos vencer, pois acredito que Deus não dá fardos pesados para ombros fracos, já que Ele capacita os vencedores, mas antes é preciso ‘’pagar um preço’’ antes da vitória...Eu creio!!

Bjs,
Alda de Cássia

Imagem: Somos todos UM

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2019

Livro: Dúvidas de Mãe


Para quem é mãe ou profissional da área da saúde como eu, que gostei por trabalhar na maternidade. Qual o livro Alda? ‘’Dúvidas de Mãe’’, de Larissa Fonseca, lançado pela editora Pá de Palavras.

Ele é ricamente ilustrado e as textos são bem acessíveis na hora de tirar as dúvidas sobre: ‘’Melancolia pós-parto’’, ‘’chupeta ou não? ‘‘, Bebê chorando’’, entre outros assuntos bem pertinentes para essa fase tão maravilhosa que é a maternidade.

No hospital em que trabalho, mais precisamente, na maternidade, durante as minhas palestras e intervenções terapêuticas, sempre falo: ‘’Deus deu a vocês um presente. Um presente de Deus.Eles vieram para serem amados e amar, por isso, é importante os cuidados iniciais nos primeiros dias deles como: amamentação, carregar de forma adequada, estímulos adequados’’, entre outros.

Vejo tantos olhos de ‘’encantamento’’ após falar ‘‘presente de Deus’’, que sinto a necessidade de estar ali por inteira e a cada choro, cada mau posicionamento no mamar e carregar sinto-me pronta para orientar.

Pois bem, vou colocar algumas reflexões. Ok?

  ü Quando o bebê nasce usa o choro como comunicação, o que faz expressar seus sentimentos;

  ü A chupeta traz prejuízos: na respiração, postura e sono;

  ü O choro pode ser: fome, cólicas e dores, sono, estresse ou cansaço, frio ou calor, fralda suja e por último até digo: Quer carinho, afeto!

Dica de hoje!  

Bjs,
Alda de Cássia


 *Imagem: Livraria Cultura

terça-feira, 19 de fevereiro de 2019

‘’Já estou com aquele frio na barriga’’






Quem nunca falou isso ou já ouviu: ‘’Já estou com aquele frio na barriga?’’ ou ''borboletas  no estômago''?.Confesso que já senti algumas vezes antes de dar uma palestra em um auditório lotado ou contar uma história no hospital onde trabalho, com muitos pacientes e acompanhantes.

Até digo que é bom, pois me faz ‘’caprichar’’ na apresentação ou representação de um personagem. Até digo que ‘frio na barriga’’ é a motivação que sinto de ‘’dar o meu melhor’’ naquele momento.

ADIVINHA? Simmmmmmm...Fui pesquisar e, por sinal, ainda assim, nos finais de semana.Como? Pesquisando mais e mais para compartilhar fatos, dicas e até crendices por aqui.

Ops! Quase esqueço o artigo está na revista ‘’Viva Saúde’’, da editora Escala, que sempre traz artigos muito interessantes e atuais.Por sinal, sempre fui uma compradora assídua nos tempos das ‘’vacas gordas’’ ( rsrs)

Vamos para o que interessa, porque tempo vale muitoooo nos dias de hoje, pois não sei ‘’se amasso açaí ou frito charque’’ (rsrs)

Aqui compartilho o fruto da leitura do artigo com a pergunta: ‘’Por que sentimos frio na barriga em momentos de alta tensão?’’ Quem responde é Li Li Min, professor associado do departamento de Neurologia da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Estadual de Campinas.

Vamos Lá!

ü A sensação vem da ativação de estruturas cerebrais. Sim, elas fazem parte de um circuito neural que é responsável pelo processamento das emoções de medo... Opaaa! Aqui um dos motivos!!!

ü Uma das estruturas ligadas é a AMÍGDALA, que é do tamanho de uma azeitona que estimula a produção de um hormônio chamado ADRENALINA, que é aquele que diz: ‘’Luta mana ou foge rápido!’’ ...Hummmm. Sei disso!!!

ü A preparação inclui: ‘’dilatação da pupila, taquicardia e redistribuição do sangue’’ .

ü A sensação do frio na barriga vem daí, já que o sangue sai das vísceras e vai para os músculos.


‘’Tá explicado’’  (rsrs)

Bjs,
Alda de Cássia

* Imagem: encontrosdobem.blogspot.com

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2019

LIVRO: O bebê e a Coordenação Motora


Bem, este é uma indicação bem especifica para estudantes ou profissionais de Terapia Ocupacional e Fisioterapia, mas nada impede que outros profissionais e até pais possam ler.

O livro é: ’’O bebê e a Coordenação motora – Os gestos apropriados para lidar com a criança’‘, de Marie-Madeline Béziers e Yva Hunsinger. Ele foi lançado pela editora Summus editorial.

Um livro ricamente ilustrado e com informações preciosas para quem deseja conhecer e estimular a coordenação motora de um bebê.

Pois bem, como trabalho com crianças com Deficiência Intelectual e Múltipla em um Programa de Estimulação Precoce e na Maternidade com palestras sobre amamentação e desenvolvimento infantil, o livro foi muito enriquecedor.

Super dica!

Bjs,
Alda de Cássia


*Imagem: Amazon.com.br

domingo, 17 de fevereiro de 2019

Estou grávida de sonhos






Estava ouvindo uma palestra do padre Fábio de Melo e ele falava o quanto é bom ser ‘’grávida de sonhos’’. Sim, concordo! Estou grávida de sonhos... Sonhos que já planejei, metas para serem alcançadas.

Sempre me permito sonhar mesmo sabendo que alguns sonhos só são realizados com um ‘’certo preço’’. É claro que são sonhos ‘’pé no chão’’. Apesar de criar contos, vivo na realidade e sei que ‘’Era uma vez’’ nem sempre termina no ‘’Felizes para sempre’’.

Desafiar, sair da zona de conforto é minha primeira e última etapa para a realização dos meus sonhos. “Sei que quando me exponho por aqui, não recebo sempre ‘‘sorrisos’’ e sim ‘‘para que isso?’’.

Graças a Deus que aquela reflexão ‘’escrevo ou não?’’ não me pertence mais e cada vez que ouço as palestras do padre Fábio de Melo e leio Clarisse Lispector sinto que escrever me envolve com um abraço tão forte que o prazer é um preço que faço questão de ‘’pagar’’.

E você está ‘’grávido (a) de sonhos?’’

Bjs,
Alda de Cássia

*Imagem: Notícia Uol 

sábado, 16 de fevereiro de 2019

‘’Minha orelha está quente... Estão falando mal de mim’’





Por incrível que pareça... Cresci ouvindo: ‘’Minha orelha está quente... Estão falando mal de mim’’.Crendice popular...Sei lá, mas acreditava. Bem, fui pesquisar e não foi que encontrei uma boa explicação! Uhuuu...Vamos lá!Segundo um artigo na revista ‘’Viva Sáude’’ na seção ‘’ Os seus porquês ‘’.

Pois bem, o artigo é do Fábio Freire José, especialista em Clínica Médica e em Medicina de Urgência pelo Conselho Federal de Medicina. Sabe por que as orelhas ficam ‘’quentinhas’’? Aquela sensação de queimação? Não??? Ok! Vou contar então. Cuidado para que elas não virem ‘’torresmo’’. (rsrs)

Segundo o dr.Fábio, a orelha é uma região irrigada, ou seja, possui vários vasos sanguíneos onde o sangue passa de um ponto para o outro. Ok até aí? Então, vamos continuar... Alguns vasos dilatam, por isso a sensação de queimação superficial, chamado de vasodilatação.

Sabe quando ocorre? Quando passamos por uma situação de ‘’extrema emoção ou constrangimento’’, mas ele faz um alerta: caso a sensação seja em outras partes do corpo é preciso procurar um Clínico Geral, pois pode ser ‘’indício de alguma doença vascular’’.

Bjs,
Alda de Cássia

 * Imagem: Segredos do Mundo - R7.com 

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2019

Quero continua acreditando no Ser Humano


É tão triste ver tanta violência no mundo, que até peço para Deus que eu possa continuar acreditando no Ser Humano. Sim, já ouvi que pessoas que matam a outra ou maltratam um animal não ‘’são seres humanos’’.

Mas, são seres humanos mais com atos irracionais e sentimentos adoecidos... Assim penso! Pessoas sem Deus ‘’no coração’’. Até porque, acredito que Deus habita nosso coração e toda palavra dita e todo ato consumado é ‘’fruto’’ daquilo que temos dentro de nós.
Não me cabe julgar e nem condenar, mas refletir. Por isso, vou deixar um vídeo para refletirmos:

Bjs,
Alda de Cássia