sexta-feira, 3 de abril de 2020

Mico de carnaval



Um dos meus micos na época do carnaval

Encontrei um funcionário e perguntei se havia pulseiras roxas, já que eu e a minha irmã iríamos sair de bruxas no carnaval. Até mostrei as vassouras.


Foi aí que aconteceu algo pra lá de estranho (rs)..


Ele riu e disse: ’’Aí que coisa mais "fashion", mana!!”. Ele mostrou onde ficavam as pulseiras e falou: ’’Faz um feitiço pra mim..Vai!! ’’Eu achei aquilo muito espontâneo da parte dele e o respondi: ’’Você quer um feitiço de amor ou de dinheiro?’’ Tendo ele respondido ‘’de amor’’.


Lá vem eu e as minhas respostas (rs)!. "Bom, então ‘’Desejo a você um amor bandido!”...Ele olhou com espanto e disse; ’’Credo, mana que horror.Cruz credo, manga larga orelha de sapo!””(rs).


Você foi quem pediu. E como bruxa, tenho que realizar, mas tudo bem, disse a ele, você quer de dinheiro então?’’.Ele disse;’’Sim, sim pode ser’’’...’’Ok, então tomara que você ganhe  muito dinheiro e que não consiga gastar !!” (rs)


O rapaz então riu e respondeu: ’’Basta uns 10 milhões vou ficar satisfeito, tá! ’’Como já estava no caixa pagando as mercadorias olhei para ele e disse:’’Vou fazer uma coisa melhor.Vou dar a você minha vassoura. Pelo menos ela vai servir para ‘’abrir os teus caminhos’’. E se der algo errado você foge nela!”(rs).


Enfim, foi uma manhã que valeu a pena, porque o melhor ainda viria na festa, acreditava eu naquela hora. Respirei fundo e me despedi dos funcionários, que me desejaram um bom carnaval. E o rapaz do ‘’tal feitiço’’ ainda disse: ’’Já estou enfeitiçado pro bofe’’’(rs)


 Alda de Cássia 
Arte:Vitória de Cássia 

quinta-feira, 2 de abril de 2020

Dica de filme: O pianista


*Imagem*
Meu Deus! Que filme! Fiquei chocada com o que assisti. Consegui assistir todo o filme? Não, não. Foi demais para o meu coração! Confesso que sou extremamente emotiva diante de injustiça e maus-tratos, principalmente se o filme retrata uma realidade.

Sim, o filme foi baseado em uma história real! Você poderia perguntar por que fiz indicação aqui no blog deste filme? Por que, é preciso que atrocidades com essas sejam de conhecimento público, já que é para ver as consequências da guerra anti-semita!

Qual filme? ‘’O Pianista, ‘’filme ganhador de 3 Oscars: um melhor ator (Adrien Brody), melhor diretor (Roman Polanski) e Melhor Roteiro Adaptado. E ganhou 2 Bafta de melhor filme e melhor diretor.

O brilhante pianista polonês e judeu, Wladyslaw Szpilman (Adrien Brody), é obrigado a fugir com sua família após a rádio onde trabalhar ser bombardeada.

Escondidos em um apartamento, eles presenciaram judeus sendo mortos à queima roupa, um senhor sendo jogado pela janela, pois não se levantou diante da Gestapo (Policia Nazista).

Por que ele não levantou? Porque era deficiente físico e não tinha como cumprir a ordem. Sim, quando vi a cena fiquei ‘’chocada’’ e na hora pensei: "Eles são desprovidos de amor ao próximo!’’.

O certo é, que o jovem pianista foi obrigado a viver no gueto de Varsóvia depois que fugiu da deportação, mas sua família e amigos não tiveram sorte, então foram humilhados e levados para os campos de extermínio.

Enfim, o jovem pianista passou a viver escondido nas ruínas da capital, já que era a única forma de sobreviver diante de um dos maiores extermínios da humanidade.

Um filme que serve de reflexão!
Assista o trailer do filme!

Alda de Cássia 

*Imagem: Adoro Cinema

 

terça-feira, 31 de março de 2020

Refletindo...



A grande maioria das pessoas deseja chegar ao topo de uma montanha. Não é verdade? Não digo da montanha em si e sim simbolicamente ao sucesso.
Não mana (o), não falo em ser melhor que o outro, mas em realizar um sonho. 

Quem não os têm? Quem não deseja? Poderia dizer que só é possível após muita determinação, persistência, fé e coragem em seguir em frente, mesmo nos dias nublados ou de fortes tempestades.

Se todos nós vamos conseguir chegar? Não posso responder pelo outro, pois cada um é cada um, entretanto posso dizer que aqueles que estiverem preparados para escalar a montanha...sim!

O que será preciso? Querer chegar ao topo! Sim, muitos falam que desejam, no entanto não são capazes  de subir uma escada. Outros, porém, olham para o alto da montanha e se dizem incapazes de subir.

O certo, é que alguns vão tentar subir e na primeira pedra que tropeçarem vão querer voltar para casa. Outros, todavia, vão levantar e seguir, mas quando perceberem que ainda é longa a caminhada...Vão desistir.

E, finalmente, poucos vão desistir. Vão cair, levantar e seguir. Vão chegar igual ‘’frango empanado’’ devido ao sol. Vão correr de granizos e chegar com os ‘’pés esfolados’’. Ah! Vão se abrigar da tempestade e alguns poucos vão passar fome e sede, mas vão continuar a subida.

Então, já no alto da montanha, não será o sucesso que os tornará vitoriosos, mas a percepção de que venceram os seus próprios medos e o desafio de vencerem a si mesmos.

Alda de Cássia 

 *Imagem: Arquivo pessoal

segunda-feira, 30 de março de 2020

Sugestão de filme: Para Sempre


Este filme, ’’Para Sempre’’, foi inspirado em fatos reais. É um conto de amor que se recusa a ser esquecido.

Um lindo filme ‘’prá lá’’ de romântico, em que se descobre que amar não é simplesmente dizer: ’’Eu amo você’’, mas sim ser fiel a este amor, quer ‘’ na alegria ou na tristeza, na saúde ou na doença até que a morte nos separe’’.

Um homem se apaixona por uma mulher, ‘’à primeira vista’’ e o amor cresce com o tempo e se concretiza com o casamento.

Só que um trágico acidente muda a história. Leo (Channing Tatum que interpretou "Querido John") descobre, após o coma de sua esposa Paige (Racher McAdams), que ela perdeu a memória após o traumatismo craniano que sofreu.

Agora, Paige vive no passado. As lembranças de sua vida com Leo não são mais presentes. E, para (re) conquistá-la novamente, ele acaba provando que o amor tem um poder de cura e transformação... Só o amor é capaz de resistir ao tempo...Acredito!!

Emocionante!!!
Assistam!!
Alda de Cássia 

domingo, 29 de março de 2020

Minhas reflexões sobre a pandemia do Coronavirus



Nunca a música do Anderson Freire ‘’Acalma o meu coração’’ foi tão significativa para mim... ’’Minha vida é um barquinho buscando direção’’...

 Sim... Estou tentando ter direção nesses dias em que vejo de tudo um pouco. Da solidariedade ao egoísmo. Solidariedade em ajudar idosos que não podem sair de casa, da doação de materiais de higiene e alimentos aos moradores de rua e da oração por meio de cantos ou preces para que o ''vírus'' não faça mais tantas vítimas pelo mundo.

Egoísmo de pessoas ‘’enchendo até o topo’’os carrinhos de supermercados, sem ao menos pensarem que muitos não possuem condições de comprar de imediato alimentos, pois estão sem receber seus salários, desempregados ou estão em isolamento social por serem do grupo de risco.

Vejo nestas atitudes ‘’dois caminhos’’ tão distintos. De um lado ‘’posso comprar tudo o que minha família precisa ‘’ e do outro ‘’já tenho o necessário, agora...Devo ajudar quem precisa’’...

Oh Deus !!! Somos irmãos para alguns ‘’da boca para fora’’ e para outros da boca para dentro do coração’’...

 Sim... ‘’Não quero interromper o Teu silencio o Pai ‘’, mas preciso, pois orando encontro paz e direção...Não quero julgar atitudes e nem pouco ser ‘’dona da verdade’’ então, espero que ‘’aqueles’’ que já foram ‘’tocados ‘’pelo Teu amor... Sejam solidários ..... Uma oração possui um valor significativo para quem não pode ajudar e deve ficar em casa. Precisa ficar em casa !!!!

Campanhas ''#ficaemcasa'' ou slogan ''Fica em casa nós estamos aqui por vocês, fiquem em casa por nós'', surgem como esperança por um mundo melhor..."Eu cuidando de você, pois não vou sair de casa e sobrecarregar os hospitais caso adoeça e os profissionais da saúde salvando vidas mesmo com risco de contaminação", mas a missão e a Fé vencem o medo.

Ah Deus !!! Como sinto falta de dar ''os meus abraços'' quando chego ao trabalho ou reencontro alguém por vezes distante de mim. Ah Deus!!! O ''abraço de cotovelo'' é tão ruim, tão frio, mas o que posso para retribuir carinho por alguém ou significar ''Tenha um bom dia!'' .

Enfim, ‘’o vento da aflição quer apagar as chamas da minha adoração’’, mas não vai porque vejo surgir uma nova geração de pessoas que foram ‘’tocadas’’ pelo Teu amor de Pai Misericordioso.

Por meio de vídeos de prevenções ou atitudes de cantar músicas  falando de Ti na janela, vejo a esperança por dias melhores surgir como um raio de luz do céu no final da tarde de Domingo.

As ''palmas nas janelas '' em homenagem aos profissionais da saúde...Ainda vejo esperança sair das trevas da dor e das lamentações ...Ainda vejo que vamos sair mais solidários e humanizados deste período, onde a maioria das pessoas do mundo inteiro estão em ''isolamento social'' 

Nunca se brincou tanto com os filhos. Nunca se olhou tanto nos olhos de nossos pais. Nunca foi tão grande o medo de perder quem amamos pelo COVID-19...Dinheiro? Para que neste momento? Proteção lavando as mãos já é um ato de amor ao próximo.

Enfim, nunca se viu tantas mortes no mundo. Nunca rezamos tanto pela cura das pessoas contaminadas. Nunca usamos tantas máscaras e lavamos tantas as mãos para não nos contaminarmos e contaminarmos o outro...Nunca se pediu tanto a providência Divina...NUNCA, NUNCA E NUNCA ...

Peço a você...Fique em casa!!! Por mim, pelos seus amores, pelos profissionais da saúde e pelo mundo que pede a nossa contribuição para o vírus não fazer mais vítimas.

Alda de Cássia
Foto:Arquivo pessoal

sábado, 28 de março de 2020

Dica de leitura: A pedra no sapato do Heroi



Hoje, falo sobre um dos livros do escritor Orígenes Lessa: ‘’A pedra no sapato do Herói’’. Livro que despertou boas lembranças da nossa infância.

Sabe por quê? Porque, é narrado por uma criança de 9 anos de idade e que conta as suas aventuras. Porém, como toda criança, ele inventa que sabe falar guarani.

Daí, os colegas da escola já começam a imaginar que, na sua casa, que é um edifício chamado de Panambi, mas que em guarani é borboleta, para as pessoas andam nus, igual índio.

Mas, o auge da história acontece quando, ele argumenta com um ladrão para não sequestrar a sua ‘’deusa’’ Gretchen, uma menina alemã de sotaque ‘’bem carregado no rrrrrr’’.

Mas, Alda, qual a lembrança? Ah! Era de quando inventamos que iríamos para os Estados Unidos, mais precisamente, a Disney, após tomar uma mágica pílula (rs).

Fizemos muitos planos e espalhávamos na nossa turma e alguns amigos até acreditavam, pois faziam até lista de brinquedos para trazer de lá! (rs).

Ohhhh! Gêmeas "férteis’’ de ideias aos 9 anos de idade. Deve ser por isso, que escrevo contos, já que o meu passado foi de pura imaginação em dose dupla (rs).

Super dica de leitura!

P.s: Sim, é um livro para ser lido para as crianças ou por elas, mas vou contar um segredo... Psiu... Diverti-me como criança novamente lendo!


Alda de Cássia 

sexta-feira, 27 de março de 2020

Série artistas: Picasso



Hoje, vou compartilhar uma das belas coleções que já li:’’Série Artistas Essenciais’’, da editora Ciranda Cultural.São 9 livros ilustrados, que compõem cada edição.

Cada obra ricamente ilustrada e com textos que falam da vida de cada pintor, desde sua infância até o auge do sucesso, assim como pinturas com os seus significados e significantes.


Os grandes pintores que compõem a série são: Picasso, Gauguin, Michelangelo, Manet, Cézane, Monet, Rembrandt, Degas e Renoir.

Confesso que, amei essa coleção!! Para quem gosta de arte, é um presente para ser lido em uma tarde chuvosa, por exemplo. Se bem, o que não falta aqui em Belém são tardes chuvosas! (rs)


Nessa edição referente à Picasso fala sobre o mundo nos anos 1900, o mundo de Picasso, a arte de seus dias, família e amigos, novos amores, os últimos anos, o que dizem as pinturas, como foram feitas, imagens famosas, o público para as pinturas, o que dizem os críticos, entre outros.

Enfim, Picasso ainda é considerado um dos mais importantes artista do século XX. Segundo a revista: ‘’Hoje, os historiadores da arte colocam seu nome ao lado daqueles como Giotto e Michelangelo, porque, como eles, a obra de Picasso representa uma mudança radical no curso da arte ocidental’’.

Extraordináriaaaaaaa coleção!

Mega dica de hoje!

Alda de Cássia