segunda-feira, 18 de fevereiro de 2019

LIVRO: O bebê e a Coordenação Motora


Bem, este é uma indicação bem especifica para estudantes ou profissionais de Terapia Ocupacional e Fisioterapia, mas nada impede que outros profissionais e até pais possam ler.

O livro é: ’’O bebê e a Coordenação motora – Os gestos apropriados para lidar com a criança’‘, de Marie-Madeline Béziers e Yva Hunsinger. Ele foi lançado pela editora Summus editorial.

Um livro ricamente ilustrado e com informações preciosas para quem deseja conhecer e estimular a coordenação motora de um bebê.

Pois bem, como trabalho com crianças com Deficiência Intelectual e Múltipla em um Programa de Estimulação Precoce e na Maternidade com palestras sobre amamentação e desenvolvimento infantil, o livro foi muito enriquecedor.

Super dica!

Bjs,
Alda de Cássia


*Imagem: Amazon.com.br

domingo, 17 de fevereiro de 2019

Estou grávida de sonhos






Estava ouvindo uma palestra do padre Fábio de Melo e ele falava o quanto é bom ser ‘’grávida de sonhos’’. Sim, concordo! Estou grávida de sonhos... Sonhos que já planejei, metas para serem alcançadas.

Sempre me permito sonhar mesmo sabendo que alguns sonhos só são realizados com um ‘’certo preço’’. É claro que são sonhos ‘’pé no chão’’. Apesar de criar contos, vivo na realidade e sei que ‘’Era uma vez’’ nem sempre termina no ‘’Felizes para sempre’’.

Desafiar, sair da zona de conforto é minha primeira e última etapa para a realização dos meus sonhos. “Sei que quando me exponho por aqui, não recebo sempre ‘‘sorrisos’’ e sim ‘‘para que isso?’’.

Graças a Deus que aquela reflexão ‘’escrevo ou não?’’ não me pertence mais e cada vez que ouço as palestras do padre Fábio de Melo e leio Clarisse Lispector sinto que escrever me envolve com um abraço tão forte que o prazer é um preço que faço questão de ‘’pagar’’.

E você está ‘’grávido (a) de sonhos?’’

Bjs,
Alda de Cássia

*Imagem: Notícia Uol 

sábado, 16 de fevereiro de 2019

‘’Minha orelha está quente... Estão falando mal de mim’’





Por incrível que pareça... Cresci ouvindo: ‘’Minha orelha está quente... Estão falando mal de mim’’.Crendice popular...Sei lá, mas acreditava. Bem, fui pesquisar e não foi que encontrei uma boa explicação! Uhuuu...Vamos lá!Segundo um artigo na revista ‘’Viva Sáude’’ na seção ‘’ Os seus porquês ‘’.

Pois bem, o artigo é do Fábio Freire José, especialista em Clínica Médica e em Medicina de Urgência pelo Conselho Federal de Medicina. Sabe por que as orelhas ficam ‘’quentinhas’’? Aquela sensação de queimação? Não??? Ok! Vou contar então. Cuidado para que elas não virem ‘’torresmo’’. (rsrs)

Segundo o dr.Fábio, a orelha é uma região irrigada, ou seja, possui vários vasos sanguíneos onde o sangue passa de um ponto para o outro. Ok até aí? Então, vamos continuar... Alguns vasos dilatam, por isso a sensação de queimação superficial, chamado de vasodilatação.

Sabe quando ocorre? Quando passamos por uma situação de ‘’extrema emoção ou constrangimento’’, mas ele faz um alerta: caso a sensação seja em outras partes do corpo é preciso procurar um Clínico Geral, pois pode ser ‘’indício de alguma doença vascular’’.

Bjs,
Alda de Cássia

 * Imagem: Segredos do Mundo - R7.com 

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2019

Quero continua acreditando no Ser Humano


É tão triste ver tanta violência no mundo, que até peço para Deus que eu possa continuar acreditando no Ser Humano. Sim, já ouvi que pessoas que matam a outra ou maltratam um animal não ‘’são seres humanos’’.

Mas, são seres humanos mais com atos irracionais e sentimentos adoecidos... Assim penso! Pessoas sem Deus ‘’no coração’’. Até porque, acredito que Deus habita nosso coração e toda palavra dita e todo ato consumado é ‘’fruto’’ daquilo que temos dentro de nós.
Não me cabe julgar e nem condenar, mas refletir. Por isso, vou deixar um vídeo para refletirmos:

Bjs,
Alda de Cássia


quinta-feira, 14 de fevereiro de 2019

O que dizem os seus genes?

























Bem, estava pesquisando no final de semana sobre ‘’genes’’. Qual o seu interesse Alda? Saber se é possível prever doenças como diabetes antes de ‘’vir à tona’’? E sabe o que descobri? Que sim!

Descobri mais além como o que devemos evitar momentos críticos da nossa vida e sobre a nossa personalidade. Uauuuuuu...Não sabia que os genes poderiam ser capazes de revelar a nossa personalidade.

O texto é de Salvador Nogueira e a leitura está na revista ‘’Super Interessante’’.Pois bem, vou compartilhar um pouco do aprendizado com você...Você já sabia que é possível fazer leitura do nosso genoma?

O estudo personalizado do DNA está no ‘’deCODEme ‘’’ e ‘’23andMe’’ . Logo no início dos estudos em 2008, o exame da leitura do DNA era feito por US$300 mil, mas atualmente custa menos de US$10.000.

O que o exame proporciona? Vamos saber sobre o que existe dentro do nosso código genético. O que nos favorece o conhecimento de doenças que podemos desenvolver no futuro (predisposição genética) e assim tentar evitar fatores desencadeantes.

Só isso Alda? Não. É possível entender as nossas características que nos fazem ser quem somos e a propensão a diabetes, risco de problemas cardíacos, entre outros.

Qual a importância? Segundo o geneticista Sergio Pena, da Universidade Federal de Minas Gerais: ‘’Ao contrário da medicina anual, cujo foco está nas doenças, a medicina genômica procura manter a saúde das pessoas. Ela é preventiva.’’

O texto é rico de informações e achei bem interessante ‘’omapa da vida – e da morte’’, que mostra um teste que analisa os cromossomos que formam o DNA de cada pessoa.

Enfim, é importante frisar que os testes não são perfeitos, até porque o genoma é enorme e 0,5% dele é variável mudando de uma pessoa para outra.

No texto é possível comprar os testes pelos sites e, segundo Salvador, ‘’brincar’’ de ‘’Conhece-te a ti mesmo’’.

Bjs,
Alda de Cássia



*Imagem:BBC

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2019

Não quero pensar pequeno... Quero pensar no melhor!


   Não, não o melhor só para mim... Quero o melhor para mim e para todos que estão ao meu lado, até porque nada faz sentido se não tocarmos o coração do outro. Nada é tão significativo quando não podemos compartilhar com o outro a felicidade.Não é mesmo?

Feliz aquele que conhece a sua missão na terra. Missão de amor.Um dia estava a pensar: Por que será que Deus nos fez ter braços e mãos? Pensando, repensando e refletindo...Acredito que seja para abraçar o seu irmão em caminhada e segurar nas mãos do outro e ajudá-lo a levantar.

E quem não nasceu com braços e mãos Alda? Hummmm... Alguns tem o dom de nos abraçar com os olhos e nos segurar pelas mãos com palavras de carinho. Não é mesmo? Por isso, não me permito pensar pequeno e sim melhor a cada dia: repensar atitudes, corrigir rotas erradas e planejar a chegada.

Pensar no melhor dia para ajudar o próximo. Pensar na melhor palavra para ‘’tocar’’ o coração do outro. Pensar melhor é saber que não estamos sozinhos neste mundo, daí porque pensar pequeno é não ver a hora de estender os braços para confortar e segurar as mãos para levantar o outro...Feliz quem compartilha amor e vive no amor de Deus.

No jardim de Deus somos as suas melhores rosas!Não existe jardim com uma rosa só.Não é verdade?

Bjs,
Alda de Cássia

*Imagem: Rizzatti


terça-feira, 12 de fevereiro de 2019

Livro: As cores de Mateus




A-doreiiiiiii! Qual o livro Alda? ’’As cores de Mateus’’, de Marisa López Soria, com as ilustrações de Katarzna Rogowicz, lançado pela editora Everest, da Coleção Montanha Encantada.


Pois bem, mais um belo livro infantil que encanta a cada página virada e revirada. O texto é bem humorado e conta a história do menino Mateus, o ‘’menino de cor’’.

Pois sim, um menino de cor. Nem de cor vermelho, verde, azul, amarelo ou com bolinhas coloridas. Na verdade, a cor de Mateus é negra.Negra como a noite. Escuro como o mistério e a sua cor é comparada pela sua mãe como azeviche, ameixa e tostada.Aliás,a sua mãe gosta de chamá-lo de azeviche que é um mineral especial que possui uma tonalidade de preto tão bonito que geralmente, é usado para se fazer jóias.

Ah! Segundo sua mãe, o azeviche também é um pássaro que possui um corpo cinzento escuro, com a cabeça e asas negras. Ele é comparado com a ameixa que é uma fruta redonda com um sabor tão bom.

No desenrolar da história a mãe de Mateus fala sobre o nascimento dele. Numa ilha distante de Caraíbas... Aff! Que linda história e que belas ilustrações!

Dica de hoje!

Bjs,
Alda de Cássia

 *Imagem: Slideshare