quinta-feira, 23 de março de 2017

Livro : Companhia das Três Marias

* Imagem*
Que livro mais gostoso de ser lido. Sim, um livro que conquista crianças e adultos, pois resgata um tempo em que brincar de contar histórias com lembranças do passado era motivo para reunir a família inteira.

A escritora Maria Amália Camargo brinca com as palavras como se estivesse pulando amarelinha.Tudo muito divertido começando pelos personagens principais que são: As irmãs "Sem Vergonha", "Mijona e Vai-Com-as-Outras", que são as três Marias que aprontam muitoooooooooooooooooo do início ao final da história.

Os nomes delas na verdade são: Celeste, Estela e Clara, que ao passarem um dia em Selenópolis, onde residem os avôs, encontram o Hélio, um menino que sonhava em ser astronauta e juntos vivem mil aventuras.

Pois é, minha indicação para quem tem filhos pequenos e deseja que eles conheçam o prazer das brincadeiras infantis de fato, sem a impregnação dos jogos eletrônicos e das redes sociais que privam a criança de um crescimento saudável cheio aventuras e  aprendizado.

Super dica de leitura!

Bjs,
Alda

 *Imagem: Amazon.com.br

quarta-feira, 22 de março de 2017

Filme: Em busca da Terra do Nunca (com trailer do filme)


*Imagem*
Vou confessar logoooo! Não queria assistir este filme! Pronto falei! (rs)

Sim, sim, achei que não seria interessante. Grande engano! Estou assumindo em público. Qual o filme? O que foi indicado ao Oscar como o melhor filme. Foram sete indicações! Isso não era o suficiente Alda? Não, não porque sou ‘’chatinha’’ na escolha de filmes para assistir! (rs)

Os atores principais são: Johnny Depp, Dustin Hoffman e Kate Winslet. Cada um em uma brilhante interpretação. É um conto de fadas sobre um dos maiores escritores infantil, o excepcional James Matthew Barrie.

Qual a sua obra-prima? Nada menos que, ‘’Peter Pan’’. O filme vai mostrar a fonte de inspiração, o dramaturgo James  Barrie.A obra foi criada em um momento difícil de sua carreira.

Com pouca inspiração, ele tentava sobreviver após uma peça que foi um fracasso logo em seu lançamento,mas a criatividade veio após conhecer uma família em um parque.

Super Dica!
Assista o Trailer!

                                                          https://youtu.be/8cQgZfdH01g

Bjs,
Alda 

* Imagem: Portal JuL und

terça-feira, 21 de março de 2017

Livro : Os melhores contos de Katherine Mansfield


Livro bem interessante! Qual? Da escritora neozelandesa Katherine Mansfield: ‘’Os melhores contos de Katherine Mansfield", que foi lançado pela editora L&PM.

Bem, como já havia falado por aqui, estou diversificando minhas leituras literárias, especificamente, contos e crônicas com autores estrangeiros, pois, acredito que é preciso sair da zona de conforto e conhecer novos escritores pelo mundo.

Escolhi um conto bem interessante para compartilhar hoje e espero que você possa ter a oportunidade de ler as obras desta escritora,que ainda é pouco conhecida por nós, mas que mesmo tendo uma morte prematura aos 34 anos de idade, por tuberculose, deixou obras que navegam pelo universo psicológico de seus personagens.

Vamos lá!

O conto é: ‘’A aula de canto’’. Fala sobre a história de uma professora de canto, a Srta. Meadows, que anda com sua batuta pelos corredores que levam até a sala de música.

As crianças estavam reunidas e faziam muito barulho, porém a professora chegou aborrecida e indiferente à turma. Nem a sua aluna predileta teve a devida atenção de sempre, o que a fez ficar chateada.

Na verdade, a professora de canto estava ‘’ferida no coração,no fundo do coração, pois havia recebido uma carta com os seguintes dizeres: ‘’...Sinto cada vez mais que nosso casamento seria um erro.Não que eu não ame você. Amo até onde me é possível amar uma mulher,mas,para dizer a verdade, cheguei  á conclusão de eu não sou homem de casar e a  ideia de ter um lar me enche de ...’’

Qual a palavra que completa? Bem, estava levemente apagada a palavra ‘’aversão’’, sendo substituída por ‘’pesar’’. Sim, a carta foi um choque para uma mulher apaixonada e que tinha muitos planos diante de um casamento dos sonhos, até o seu ‘’amor’’ desistir do casamento sem se preocupar com ela, de como ficaria emocionalmente.

E foi isso que fez  a professora chegar amarga ao trabalho e que as crianças ensaiassem uma canção triste, que provocou nelas um  sentimento de profunda desolação até que algo aconteceu.

Sim, sim, a professora foi chamada até à direção, porque havia recebido uma carta e a diretora pensou que fosse caso de vida ou morte e abriu exceção para que ela pudesse se ausentar da sala de aula deixando as crianças sós. De quem era? O que dizia? Era do seu ex-noivo, dizendo que havia se arrependido e voltado atrás e pedia para desconsiderar a carta, pois havia sido ‘’louco’’.

O que aconteceu? Bem, ao voltar à sala, a professora mudou de ideia e pediu para as crianças ensaiarem outra canção, agora mais alegre, mas a apatia era tão grande que elas cantavam sem motivação.

Qual o final? A professora pediu que todos cantassem com  motivação aquela linda canção de celebração...

O que dizer do conto?

Veja que, quando estamos tristes ou alegres, nossas palavras e ações se expressam em harmonia ou desarmonia. Não é verdade? Como ela estava triste pelo rompimento do casamento, ela transferiu este sentimento talvez de ‘’frustração’’ para o seu trabalho.

Lá vai uma pergunta para finalizar o nosso bate-papo de hoje: Você alguma vez passou por esta situação? Qual? De ter feito planos a dois e por motivos alheios ao seu conhecimento a pessoa ter deixado você com aquele sentimento de devastação da alma?

Super de leitura!
Cada conto...Uma descoberta! 

Bjs,
Alda

 * Imagem: www.amazon.com.br

segunda-feira, 20 de março de 2017

Histórias Cruzadas - FILME


O filme: ’’Histórias Cruzadas’’ teve 4 indicações ao Oscar, incluindo o melhor filme.E na adaptação do Best-Seller ‘’Histórias Cruzadas’’, escrito por Kathryn Stockett, houve a participação de Emma Stone, Viola Davis,Octavia Spencer e Bryce Dallas Haward.

 É uma história inspirada sobre extraordinárias mulheres da região Sul dos Estados Unidos, durante os anos de 1960, que se uniram, tornando-se amigas por meio de um projeto comum a ambas. Escrever um livro foi a forma de revelar como a sociedade as tratava, já que eram ’’negras e pobres’’.

 Confesso que no início até pensei sobre o porquê de ter comprado este DVD, mas insisti em continuar a assisti-lo. Sempre foi um desafio a mim ser capaz de não aceitar rotinas em minha vida. O novo, o diferente em relação ao conhecimento, é sempre inspirador. Deve ser por isso, que Filosofia, Sociologia e as histórias das religiões, sejam leituras obrigatórias em meu universo de leituras.

 Fui surpreendida com um enredo conciso e enriquecido de personagens cativantes, apesar de conflitantes. Mulheres guerreiras que, mesmo humilhadas, não desistiam de lutar por seus sonhos, não abrindo mão de seus ideais e da coragem de não se calarem.

 Cada uma, devido à proximidade, acaba por dividir lembranças de seus amores e desamores, suas perdas e a constante luta contra o preconceito. Choram e sorriem, sem perder a essência de serem mães, mulheres e trabalhadoras.

 O risco de serem descobertas não as intimida. Desejam relatar no livro os preconceitos sofridos, a sociedade onde os ‘’brancos’’ não podem misturar-se com os ‘’negros’’ e onde existem banheiros para ‘’brancos’’ e ‘’negros’’.

 É um filme que provoca indignação, devido ao grande teor de discriminação, com as humilhações e falta de respeito ao ser humano, revelando, o grau de racismo que existia em 1960 nos Estados Unidos.

 Comovente e repleto de humor e esperança, é um filme que leva você a descobrir que é possível fazer escolhas, criar oportunidades de mudanças.

Nada é definitivo. Onde parece ser o fim... Só é o começo!!Mas, lutar sendo uma minoria discriminada não é uma utopia e sim uma razão para viver.

Super indicação! 


Bjs,
Alda 

*Imagem: Arquivo Pessoal 

domingo, 19 de março de 2017

Superstições





Vejo que buscamos solucionar situações cotidianas com ensinamentos dos tempos ‘‘dos nossos avôs’’. É verdade! 

Quando precisamos acreditar em algo, ‘’a luz’’ ascende!(rs).



Não passar em baixo da escada e não olhar em espelho quebrado evita que a vida ‘’dê pra trás’’. Se benzer ao entrar no mar ou ao tomar banho é sinal de solicitação de permissão a "mãe das águas". Existem pessoas, que antes de beber, jogam um pouco de bebida para o ‘’santo’’.

Aqui em Belém, deixar a chinela virada de ‘’cabeça pra baixo’’ traz coisa ‘’ruim ‘’ para a dona da chinela. Diante de um pesadelo, aprendi com nossa mãe que devemos virar, a camisola do avesso, para o pesadelo não voltar (rs)...Eu faço até hoje! E dá certo!(rs)



Quem tem dor de cabeça pode tomar banho de ‘’’côco ouro’’, para livrar-se da mesma.Tive um paciente que teve AVC, chamado derrame cerebral que passava de 7 em 7 dias banhá de carneiro com o de galinha no braço para voltar o movimento. Ah,tinha que ficar 3 dias sem tomar banho e sair de casa.



A mãe de uma criança que atendia na terapia, disse-me que passar ‘’suor de cavalo’’ nas pernas da criança faz com que ela ande mais rápido... Ela ainda não havia conseguido nem o suor e nem o cavalo (rs), com todo respeito a sua crendice!!



Ops!!Já estava esquecendo! É preciso fazer a criança tomar água dentro de uma caixa de fósforo, para que ela fale muito...Será que aquela "FIAT LUX" serve também?



Todos os pais têm o sonho de ver o seu filho andando, o mais cedo possível, e depois de vê-los falar. Com nossos pais não foi diferente.Nossa mãe ouviu que, fazer um ‘’pinto piar ‘’ na boca da criança, faz com que ela fale rápido e muito. Digo a você que deu certo...Rs rs 


Pense em duas periquitas falando em casa. Éramos só blá-blá-blá todos os dias e toda hora. O rádio parece que ficava ligado 24 horas, mas que na verdade ficava era desligado(rs). Hoje eles arrependem-se(rs).


Bem, não da para saber se foi por causa do pinto que somos tão ‘’falantes’’. O certo é que deu certo.


E você? Tem alguma simpatia, crendice ou crença que acredita e que deu certo.

Conte-nos !!!

Bjs,
Alda 

*Imagem : Portal Revelar Talentos (Vi) 

sábado, 18 de março de 2017

O que devo fazer?


*Imagem*

Para iniciar o nosso bate-papo de hoje, gostaria de perguntar a você, se já ouviu esta pergunta: ‘’O que devo fazer? ‘‘. Já ouviu? Bem, eu, vira e mexe, ouço e o contexto é sempre de alguém que já fez de tudo e não sabe mais o que fazer.

O que faço? Eu geralmente ouço toda a história que antecedeu essa pergunta e faço uma réplica: ‘’O que você pensa em fazer?’’ E atentamente ouço os argumentos e contra-argumentos da pessoa, que geralmente está angustiada e precisa saber que decisão tomar.

Na verdade, se você parar para refletir, geralmente sabemos o que devemos fazer, mas por insegurança por exemplo, queremos aprovação ou desaprovação.Não é verdade?

Sabe, vejo algumas pessoas querendo dizer ao outro o que fazer, porém sem ao menos levar em conta o contexto da pessoa, o porquê da sua escolha e da sua ação.

Se já passei por esta situação? Sim, e confesso que, muitas ‘’caras emburradas’’ recebi por não acatar a escolha de uma pessoa e sim escolher o que era melhor para a minha saúde. Mas como sempre digo: ‘’Dizer não ou sim é escolha pessoal’’.

Enfim, o que fazer? Bem, é uma escolha da pessoa, como havia dito anteriormente, no entanto vou deixar um link interessante para refletir e que achei durante minhas pesquisas para o bate-papo de hoje, até porque precisamos nos conhecer melhor para saber a decisão que devemos tomar, pois ela é muito pessoal, pois conselhos são válidos, assim como orientações. Entretanto, a escolha só depende deste autoconhecimento. Não é verdade?

Aqui o link: http://bit.ly/2lPGhFo

Bjs,
Alda 


*Imagem: Guia Empreendedor

sexta-feira, 17 de março de 2017

Livro : Coisas do Amor - Rubens Alves

Fiz a releitura do livro de Rubens Alves: ’’Coisas do Amor’’... Um livro quem diria: Precioso! Um livro de poucas páginas, mas com uma imensidão de riqueza poética.

Um texto, do qual você tem a sensação de estar conversando pessoalmente com Rubens Alves. Uma linguagem que cativa e que torna a leitura tão agradável, que você até volta a reler pequenos parágrafos para apreciar cada palavra cheia de vida e sentimentos.

Começa com: ’’A difícil arte de ser feliz’’’,que fala da nossa busca incessante pela felicidade,que para o autor:’’Digo primeiro que não é possível ser feliz.O máximo que os deuses nos concedem são momentos de alegrias que, segundo Guimarães Rosa,acontecem em ‘’raros momentos de distração’’ até o último texto:’’Bagunça’’.

Neste texto ‘’bagunça’’,ele fala que nem a sua mãe conseguiu dar um jeito nele.Sendo-o até hoje.

Identifiquei-me porque, apesar de tentar reorganizar meus livros, eu sinceramente acabo perdendo-os neste meu, digamos: ’’terreno minado’’ chamado quarto!(rs)

Mas, sei quando nossa mãe tira uma destas ‘’minas’’ do lugar. Eu até dou uma ‘’força’’ para que ela faça isto. Sabe como?Eu chego com um livro e digo: ’’Vou ler este livro assim que puder. Depois empresto... ’’. Então, ela ‘’sequestra o meu livro’’(rs)

E você? É bagunceiro ou não?

Bjs,
Alda

* Imagem : Arquivo Pessoal
                   Nova Escola