quinta-feira, 31 de agosto de 2017

Coração ao Alto - A história de Pe.Léo




Adorei este Dvd: ‘’Corações ao Alto – A história de Pe.Léo’’, com  o selo da Canção Nova.Nele você vai encontrar toda a trajetória de vida do saudoso Padre Léo.


Era irreverente e com um grande senso de humor. Uma fé que transbordava, a ponto dele ter muitos fieis seguidores. Até o Padre Fábio de Melo falou da admiração que sentia pelo amigo.

Este documentário mostra o seu trabalho junto à Comunidade Bethânia, com depoimento comovente de seus amigos. Mostra também o trabalho que desenvolvia com jovens dependentes de drogas.

Ele até fala que usou maconha quando era jovem e como foi liberto desse vício. Assim como menciona sobre as dificuldades na infância, principalmente para atender ‘’o chamado de Jesus’’.

Na verdade, ele falava de si em suas pregações, pois desse jeito conseguia falar de Deus de uma forma mais familiar e assim criar uma empatia. Não tinha receio de sofrer criticas, pois falava com ''a pureza do coração''.



Veio em meu pensamento, que eu procuro também falar de meus pensamentos e situações pessoais, ou não, por aqui no blog, mas com o intuito de ficar mais ‘’perto do coração’’ de você, maninha(o).

Para uns, deixo minha vida pública ''aberta'' para muitos. Entretanto, na verdade, nada que falo aqui é privado, pois a partir do momento que o blog foi criado pela ‘’mana abençoada’’ com o nome de ‘’Diário  de quem acredita que realizar é possível’’, o intuito era e é compartilhar momentos bons, dar exemplos de pessoas talentosas que venceram na vida (grandes escritores, artesãos, por exemplo), após muita luta e divulgar as belezas da  nossa Belém do Pará...Ah,um pouco '' Das Gêmeas Paraenses''!

Imagem: Google
Enfim, Padre Léo, não tinha medo de se expor, de falar o que pensava e sentia. E, deve ser por isso, que era muito amado e admirado. Era feliz por ser o que era.

Infelizmente, o câncer o ‘’tirou de cena’’, mas certamente ele está com o seu sorriso e seu bom humor tocando o coração de muita gente e os resgatando para Deus. Eu penso assim!

Bjs,
Alda de Cássia 

*Imagens Google

quarta-feira, 30 de agosto de 2017

Filme: Os Fantasmas de Scrooge


Vira e mexe, assim como ‘’mexe e vira’’, gosto de recordar os tempo em que eu e a ''mana abençoada'' éramos crianças e que gostávamos de ficar com os olhos atentos em cada personagem dos filmes classificados para o público infantil.

Pois bem, recentemente assisti ao filme “Os fantasmas de Scrooge’’, que com um talentoso elenco - aqui cito o incomparável Jim Carrey -fizeram uma releitura do clássico conto de Dickens.

Que fascinante conto que foi transformado em filme. Jim Carrey faz o papel do protagonista Ebenezer Scrooge, que é um homem que popularmente diríamos ‘’pão duro’’. Ops! Acho que pior, pois sua avareza é extrema até com o seu fiel balconista (Gary Oldman) e o sobrinho, que mesmo sendo tão atencioso é menosprezado por ele.

 O mês é dezembro. O dia é véspera de Natal. A experiência é atemporal, já que ele vai encontrar os fantasmas do passado, presente e futuro que vão ‘’’cobrar’’ por tantas maldades feitas antes que tenha um fim desastroso.

Dica de hoje!

Bjs,
Alda e Vitória 

*Imagem: Filmes e séries Online grátis 

terça-feira, 29 de agosto de 2017

Beethoven


 Sabe aquele dia que, como os jovens dizem, você fica de ‘’bobeira’’ e resolve pegar o primeiro Dvd que está a sua frente? Pois é, foi bem assim comigo! Este que vou compartilhar é uma daquelas relíquias que tenho no fundo do baú e que resolvi dar uma ‘’olhadinha’’ outra vez.

Qual? Da coleção (Deutsche Grammophon) ‘’História da música clássica’’, neste caso Beethoven (sinfonias 7, 8 e 9), que teve as interpretações de Gundula Janowitz (soprano), Christa Ludwig (contralto), Jess Thomas (Tenor) e Walter Berry (baixo), com a participação da orquestra mítica Filarmônica de Berlim e do maestro Herbert Von Karajan.

Confesso que, bem atípico das minhas preferências, mas deve ter sido por isso que resolvi assisti-lo, tentando entender que aquelas ‘’elevações de vozes’’ eram uma interpretação dramática de um ato, na sessão ‘’bônus’’ além das danças muito expressivas. Aff! Fiquei zonza só de ver no inicio!(rs)

Como se diz por impacto: ’’Logo de cara’’a Symphony No.7 in A major op.92 - II, Allegretto, com a orquestra de Berlim regida pelo maestro Herbert Von Karajan.

 

O maestro passou regendo de olhos fechados, mas com uma eloquência de movimentos com as mãos e com o corpo de ‘’arrepiar’’.Cada movimento feito para os seus músicos era minucioso e delicado...Uauuuu!

E assim foi com cada sinfonia da sétima à nona! Desde a Symphony n.8 in F major, Op.93, até Symphony n.9 in D mínor, Op.125, onde os locais das apresentações apresentavam modificações na disposição dos músicos, mas, ressalto, o maestro em todas as regências não abriu os olhos.

Desconfio que ele fosse movido por uma forte emoção que a música era ‘’vista pelos olhos do seu coração’’ e sentida pela vibração da sua alma... Só pode!(rs).

Enfim, as óperas interpretadas foram o ponto ‘’alto’’ da coleção, que em cada interpretação feita pelos bailarinos, lembrei do tempo que eu e a ‘’mana abençoada’’ dançávamos no Teatro da Paz com o grupo de dança de balé do professor Augusto.

Muito bom!

Bjs,
Alda de Cássia 

*Imagem: Pinterest


segunda-feira, 28 de agosto de 2017

Devemos esperar?



Quem na vida já não ouviu: “Um dia, você vai conseguir realizar o seu sonho!’’, “Deus vai providenciar um grande amor para você!” ou “Tudo acontece no tempo de Deus!”.

Eu já! Quase sempre ouço isso de algumas mães das crianças que atendo ou de algumas amigas. Acredito? Sim, pois acredito que nada vem por sorte, e sim por merecimento.

Na verdade, eu acredito que merecimento é proveniente de bônus do que acumulamos na vida. Tudo? Sim, principalmente de boas ações, desprovidas do egocentrismo, que fazemos ao nosso próximo, mas sem a “premeditação” de querer receber de volta o bem feito.

No nosso livro Contos Terapêuticos – À procura de respostas, há um trecho que quero destacar: “Doe-se a causas nobres. Seja solidário e saia deste mundo de egocentrismo em que você vive. EU primeiro, depois EU e por fim EU! A felicidade está em pequenos gestos de amor ao outro, que acabam sendo grande aos olhos de Deus”.

Saber esperar coisas boas é bem assim! Não sou contra quem pensa em ganhar dinheiro para arrumar a sua vida em primeiro lugar, mas as realizações ocorrerão em um tempo mais demorado, pode ter certeza.

No meu caso, também, é só uma questão de tempo. Tempo de Deus! Sei que não será por sorte! Sei esperar!

Bjs,
Alda de Cássia 
Arte: Vitória de Cássia
Crédito da revisão: Sylvia Calandrini

domingo, 27 de agosto de 2017

FILME: Amor Impossível.


Este filme, ’’Amor Impossível’’, é um filme que fala de uma paixão improvável que traz muitas mudanças na vida de um casal.

É uma fábula romântica que conta a história do Dr.Alfred Jones, um cientista do governo que conhece uma jovem que tenta implantar um projeto de pesca de salmão, criado por um yemenita Sheikh (Amr Waked), no Yemen.

Ela descobrira que o Dr.Jones é um cientista cheio de manias e estereotipias. A comunicação e a socialização dele, de certa forma, é especial com as pessoas.

O filme mostra que, o amor impossível pode sim acontecer entre duas pessoas, que, segundo a sociedade, nunca poderiam ficar juntas.

Super dica de hoje!

Bjs,
Alda e Vitória 

sábado, 26 de agosto de 2017

Dica de Livro: Seja feliz – 54 caminhos para tornar a sua vida mais feliz.

Este livro: ’’Seja feliz – 54 caminhos para tornar a sua vida mais feliz’’ é de Legrand. É da editora Soler. Mais uma vez,venho compartilhar mais um belo e interessante livro deste autor.

Nele o autor começa o prefácio dizendo assim:

‘’Ninguém pode encontrar a felicidade do lado de fora, nos bens materiais ou nas pessoas. A felicidade está nos limites de cada um, dentro de si mesmo e precisa ser sentida, otimizada e alimentada todos os dias, pois nós somos a nossa própria fonte se felicidade’’.

Verdade! Aprendi com a vida que sou responsável pelas minhas escolhas, com o que faço comigo e com o outro. O outro só nos decepciona se criamos muitas expectativas em torno dele, por exemplo.

Existem mulheres que optam deixar o trabalho para cuidar dos filhos. Outras, deixam os filhos, para continuar trabalhando. A felicidade dependerá da sua escolha. Cada um é feliz do seu jeito!

Pois bem, vou colocar algumas frases para nossa reflexão de hoje!

ü ‘’A dor possui um grande poder educativo: Faz-nos melhores, mais misericordiosos, mais capazes de nos recolhermos em nós mesmos e persuade-nos de que, esta vida não é um divertimento, mas um dever’’.


ü ‘’Tenha sempre em mente que nenhuma pessoa merece suas lágrimas e quem as merecer, jamais o fará chorar’’.


ü ‘’Que o desespero enfraquece a razão e cega o espírito’’.


ü ‘’Muitas vezes, nossos erros nos beneficiam mais do que nossos acertos’’.


ü ‘’A intensidade da dor é sempre medida pelo valor que damos ao espírito que nos feriu’’.

Fantástico este livro. Espero que, você tenha a oportunidade de o ler na integra!

Bjs,
Alda de Cássia

sexta-feira, 25 de agosto de 2017

Revelando Talento Paraense - Mileno


Mais um talento descoberto pelo Portal Revelar Talentos.




Todos os finais de semana, há vendas de artesanatos e comidas típicas na Praça da Republica. Encontrei, meio por acaso, se bem que, nada acontece por acaso, uma barraca com belas obras em telas feitas por um artesão, o senhor Mileno que é carioca.

Na hora pensei: ’’Que talento"!. Será que é paraense? Bom, se não for, mesmo assim, tem que ser revelado pelo nosso Portal Revelar Talentos. Mas, como tudo tem um, estava ‘’quase atrasada’’ para trabalhar e, então, segui em frente!

Comprei duas de suas belas obras, que foram feitas com a técnica de pintura francesa, e fui para casa feliz, já que após explicar ao seu Mileno a proposta do Portal Revelar Talentos, a Fan Page e o Blog Diário das Gêmeas Paraenses, ele prometeu se associar.

Deixei claro que, mesmo que ele não possa tornar-se nosso associado, eu e a ‘’mana abençoada’’ faríamos a divulgação de seu talento.

E hoje quero compartilhar mais este talento com vocês.

Bjs,

Alda e Vitória 

quinta-feira, 24 de agosto de 2017

Livro: Tao Te Ching – O livro que revela Deus

Confesso que, ainda não terminei de ler o livro "Tao Te Ching - O livro que revela Deus’’, de Lao-Tsé, que foi publicado pela editora Martim Claret e que faz parte da coleção obras-primas de cada autor.

Fiquei muitoooooo encantada pela beleza dos poemas e pela sabedoria de um homem, que na sua simplicidade era admirado por muitos, pois não ostentava sua sabedoria e sim compartilhava para quem desejasse refletir sobre a vida.

Pois bem,aqui vou citar um de tantos belos poemas, o de número 9 que ‘’garimpei’’ dos 81 que estão contidos no livro,mas antes quero compartilhar quem foi Lao-Tsé.

Ele foi o fundador do Taoísmo que segundo o Google  é:

 ‘ fil rel na cultura chinesa, doutrina mística e filosófica formulada no século VI a.C. por Lao Tse e desenvolvida a partir de então por inúmeros epígonos, que enfatiza a integração do ser humano à realidade cósmica primordial, o tau, por meio de uma existência natural, espontânea e serena [Seu caráter contemplativo, na vida religiosa chinesa, é o principal rival do racionalismo pragmático que caracteriza o confucianismo. ].’’

Existem relatos que, após ter escrito este livro, Lao-Tsé não foi mais visto pelo mundo e que talvez tenha vivido por cerca de 150 a 200 anos. Na verdade, os grandes sábios não se revelam e sim são revelados pela contribuição que dão ao mundo.


Ah! Como nada acontece por acaso vou contar um segredinho:Ontem,a nossa mãe estava fazendo uma arrumação na sala e encontrou uma caixa que estava ‘’perdida’’ e ao abri-la encontrou 3 estatuetas: Uma de Buda, outra do Saci e a última ela não sabia quem era e ao mostrar identifiquei que era de Lao-tsé... Uau! Que grande descoberta!(vou colocar a imagem  no final do bate-papo)

Vamos lá!

Aqui, compartilho um trecho do poema de número 9: ‘’Fazer o necessário e não o supérfluo’’

‘’Só se pode encher um vaso até a borda _
 Nem uma gota a mais
 Não se pode aguçar uma faca,
 E logo testar a sua agudeza.
 Não se pode acumular ouro e pedras preciosas,
 Sem ter lugar seguro para guardá-las
 Quem é rico e estimado,
 Mas não conhece a sua limitação.
 Quem faz grandes coisas,
 E delas não se envaidece,
 Esse realiza o céu em si mesmo.’’

Super dica de leitura!

Bjs,
Alda de Cássia

*Imagens: Livraria Saraiva
Arquivo pessoal 



quarta-feira, 23 de agosto de 2017

Bhagavan Sri Ramana Maharshi


Hoje, vou falar sobre um ‘’guru’’ que é considerado um ‘’Gigante espiritual’’. Quem? Bhagavan Sri Ramana Maharshi .Um artigo que li, no final de semana, foi de Naraj e vai falar sobre a prática espiritual chamada ‘’ auto-inquirição’’, onde Sri nos faz refletir sobre ‘o ‘’Eu sou’’.

O certo é, que este indiano, Sri Ramana, recebeu este nome após uma experiência transformadora, já que o seu nome verdadeiro era Venkataraman.

Qual experiência? Ele estava na casa do seu tio quando teve a sensação do medo da morte. Ele ficou a imaginar e dramatizar  como seria. Ficou com os braços parados e com a boca bem fechada,mas refletiu: ‘’Este corpo é o EU?’’ E chegou à conclusão: ‘’Eu dentro de mim, separado do corpo’’.

E desde este dia, ele não teve medo da morte, pois concluiu que ele era um espírito imortal. Por isso, ficou a atenção em Si-mesmo e então deve ser por isso, que nunca reclamou diante de um câncer que provocava muita dor, já que ele estava em paz.

Cito aqui algumas de suas reflexões:

  ü ‘’     Não medite- seja!
 Não pense que você é - Seja!
 Não pense sobre ser – Você é ! ‘’  

  ü ‘’Eu sou, é a realização"

  ü ‘’Seja quem tu és’’

  ü Por trás de todos os pensamentos há um pensamento geral, que é o ‘’eu’’, ou seja, você mesmo’’

  ü ‘’O silêncio é o ensinamento mais poderoso’’

  ü ‘’A auto-inquirição não é uma meditação formal’’

  ü ‘’Nenhuma teoria é necessária a um homem que, sinceramente, deseja chegar a Deus ou realizar seu verdadeiro Ser’’

Bjs,
Alda de Cássia

*Imagem: Sri Ramana Maharshi (Link)

terça-feira, 22 de agosto de 2017

LIVRO:Contos Terapêuticos - À Procura de Respostas


Hoje, vou compartilhar mais um conto do nosso livro: ‘’Contos Terapêuticos - À Procura de Respostas’’, chamado:  ‘’Uma Carta para Deus’’, com a revisão da nossa amiga Sylvia Calandrini  e que foi lançado pela editora Paka-Tatu ano passado.

Psiuuuuuu... Um segredinho: Logo, logo vamos lançar o segundo livro e que vai trazer 10 contos terapêuticos bem reflexivos, fruto das minhas experiências profissionais como terapeuta ocupacional.

Vamos lá!





   
                   Uma carta para Deus

  
Ouço uma música! Ela fala de Amor em sua melodia. Um silêncio no quarto... Sinto a Sua presença, meu Deus! Deus de amor! Sempre sinto a sua presença, principalmente nas horas que não sou compreendida, quando alguém olha para mim com indiferença.

É forte a sensação que está aqui! Sinto!! O vento bate e entra no meu quarto trazendo a brisa da noite que chega. E eu aqui a escrever para o Senhor!

Quantas pessoas vivem hoje sem conhecê-lo e sem sentir a Sua presença? Talvez por isso muitas matam e se matam. Brigas, guerras, são consequências da falta de Deus nos corações.

Pobres criaturas! Muitas não percebem que os raios de sol vêm das Suas mãos e que irradiam Amor em forma de luz. As estrelas surgem quando o Senhor estala os Seus dedos e nos avisam, naquele pontinho de luz, que o Senhor está ali.

As flores! Que belas são quando desabrocham! Sei que elas se abrem porque sentiram o Seu toque. Todas as vezes que alguém faz o bem ao seu próximo, o Senhor responde ao mundo que está feliz desta forma. Ai se todos soubessem disso! Quanto bem faria aos mais pobres dentre os pobres!! Como Madre Teresa de Calcutá fazia em vida.

As crianças que vem ao mundo são a certeza de que o Senhor, meu Deus, acredita que o homem um dia será a Sua semelhança, não de aparência, mas de bondade e humanidade.

Nasci com um cromossomo a mais. No par 21 dizem que sou Síndrome de Down. Na verdade, sou Maria Cecília, a irmã do Haroldo. Por sinal, meu irmão, assim como os meus pais, tem um imenso amor por mim.

Sabe como é amor à primeira vista?

O que é ser diferente? Não sei! Mas lá na APAE sou vista com uma criança que nasceu com um atraso. Hoje, sei que isso significa dificuldade em meu desenvolvimento. Por exemplo, demorei a andar, a falar e a escrever. Só isso!

Meus colegas de turma, o Gustavo e o Artur José, também passaram por isso e estão aí para provar que somos diferentes sim. Nem os gêmeos univitelinos são iguais na aparência.

Imagine nós!

Talvez eu seja diferente porque desejo que um dia não exista mais no mundo a fome, que as pessoas não fiquem dormindo nas ruas, que ninguém abandone os seus pais quando eles ficarem velhos, que um filho nunca levante a voz para a
sua mãe e que Deus toque o coração daqueles que fazem o mal ao seu próximo.

Isso é ser diferente? Eu sou!

Termino aqui a minha cartinha ao Senhor, que é meu Deus. E vou colocá-la esta noite debaixo do meu travesseiro para que eu sinta a Sua presença quando vier buscá-la.

Saiba, meu Deus, que desejo que um dia as pessoas sejam melhores do que são. Quando o Senhor permitiu o nascimento de uma criança com Síndrome de Down, ou seja, tendo 1 cromossomo a mais, no par 21, foi para dizer ao mundo “AMO 21 VEZES VOCÊS!”. Saiba que quando sou amada pelo que sou e não pelo que as pessoas desejariam que eu fosse, eu irradio 21 vezes o Seu amor que guardo no peito.

Obrigada, meu Deus, por me fazer um instrumento do seu amor!

               PARA REFLETIR

Padre Marcelo Rossi, no livro Ágape, escreve: “O Amor a Deus é o amor aos irmãos”. É tão reveladora essa palavra!Como podemos amar a Deus, a quem não vemos, se não somos capazes de amar ao nosso irmão, a quem vemos, com quem convivemos?          

Quantas vezes você sentiu a sensação de ser “um peixe fora d’água”? No nosso primeiro dia de trabalho, a sensação de “preciso me identificar com alguém” vem à tona.

Ir para uma festa com amigos é uma coisa. Chegar sem conhecer ninguém é como se você tivesse exagerado na maquiagem ou vestido a roupa errada. Todos olham ou ninguém olha. Você já passou por isso? Já! Então, sabe a sensação de “peixe fora d’água”.

Todos somos diferentes! Imagine o arco-íris com duas cores iguais. Nem pensar!! A beleza reside nas diversidades das cores!

               TEMAS
Amor,
Deus e
amizades.

Ser diferente é ser você!

Li uma vez uma frase que trazia a seguinte reflexão: “Deus criou as pessoas com deficiências porque Ele acreditava na Humanidade”.

Sempre digo para as mães que atendo no setor de Terapia Ocupacional: “Não vejo seu filho como deficiente e sim como uma criança que precisa se amada e estimulada para ser feliz.

Só assim, veremos todas as suas potencialidades e não as suas limitações”.

Eu faço a diferença neste mundo. E você?

Deus nos fez diferente para saber identificar seus filhos no meio da multidão!

Bjs,
Alda de Cássia

Arte da capa:Vitória de Cássia


segunda-feira, 21 de agosto de 2017

Mais um ''causo''das Gêmeas Paraenses - Jogo Lego




Resgatando nossa  infância...Tentandooooo (rs)

Estava lendo o livro: "O Mundo de Sofia – Romance da história da filosofia’’, de Jostein Gaarder da editora Cia. das letras e deparei-me com um dilema!!

Li sobre o ‘’jogo lego’’,sim aquele que vem com muitas peças coloridas e que você montar um castelo, por exemplo.Pois bem, no livro Sofia faz referência a este brinquedo dizendo que é era um jogo inteligente, onde todas as peças se encaixam uma nas outras, independente da cor ou do lado que você encaixe.

O pior foi quando ela disse que ‘’toda criança já brincou’’...Ops,peraíiiiii...Não me lembro de ter brincado com a ‘’mana abençoada de Lego’’.

Fui então  até a cozinha perguntar para a nossa mãe, se brincamos de Lego na infância. E ela respondeu que não! Absurdoooooooo... Disse logo! Ela, como sempre, questionou o porquê. E eu contei o fato.

Sei que eu disse que estava ‘’com um vazio na minha infância imenso’’ e que, logo na segunda-feira (Era Domingo), iria assim que saísse do hospital no comércio, atrás do ‘’Lego’’.(rs)

O certo é que ela disse que assim que eu terminasse de ler o livro, ela gostaria de ler para saber sobre esse tal ‘’de Lego’’(rs)

Bem, por três dias, ou melhor, três longos dias, procurei sem sucesso o ‘’Lego’’ e, quando estava pensando que não existisse no ‘’planeta’’(rs)...Achei!

Fui ‘’toda toda’’ para a caixa.Sabe aquela sensação de que você ganhou algo bom em uma rifa ou sorteio? Pois é, assim estava, como meu ‘’Lego’’ nos braços.

Sei que, cheguei,lavei as mãos e corri para o quarto. Sentei-me no chão e tirei o ‘’meu Lego’’ do saco. Comecei a montá-lo. Peça para cá, peça para lá. Foi quando nossa mãe entrou.

Vendo a ‘’marmota’’ perguntou o que era. Ao dizer minha nova conquista disse: ’Não sossegou até comprar, não foi?’’.Sim, sou assim, mas disse a ela:’’Aí, canseiiii...Agora sim, preenchi o meu vazio existencial.Resgatei a minha infância roubada’’. Rimos!


Bjs,
Alda  de Cássia 

*Imagem:Informática Educativa