terça-feira, 23 de outubro de 2018

‘’Quando minha filha vai começar a brincar com os brinquedos dela?’’







Bem, uma mãe que começou o atendimento recentemente de terapia ocupacional me perguntou: ‘’Quando minha filha vai começar a brincar com os brinquedos dela?’’.

O que respondi? Disse da forma mais simples possível: ‘’Quando estiver pronta para pegar o brinquedo, daí porque este é um dos objetivos, entre tantos, do Programa de Estimulação Precoce.

De fato, uma criança de 1 mês ainda não é capaz de sustentar a sua cabeça (controle cervical). Como pode pegar um brinquedo (não possui coordenação visuo-motora) e no caso dela, Síndrome de Down com ADNPM (Atraso no desenvolvimento Neuropsicomotor), com 4 meses e sem nunca ter passado por nenhum programa de estimulação.

Sempre digo para as mães que é preciso estar atenta a cada fase do desenvolvimento da criança. Algumas mais já perguntaram, por exemplo: ‘’Ele chora muito o que deve ser? Já troquei fralda, dei peito. Vi que não é dor  e ele continua chorando’’.

Logo pergunto: ’Você já colocou no colo. Deu carinho?’’. Pois o choro é comunicação por sinal, a primeira do bebê. ’’E recebo como resposta: ‘’Verdade que quando coloco no colo e fico cantando para ele, ele para de chorar!’’.

Com 2 meses é sabido que a criança já começa a ‘’segurar a cabeça’’ quando está no colo, na posição de ‘’cadeirinha’’. Por isso, gosto de incentivar o carregar desta forma até porque, a criança possui a possibilidade de ver com mais amplitude visual tudo que está ao seu redor.

É claro que uma criança com Síndrome de Down vai apresentar dificuldade de manter maior alinhamento de cabeça quando nesta posição, mas incentivo o carregar de forma mais adaptada (ainda na forma de cadeirinha) e a diferença é grande, tanto que em poucos dias ela já está mais atenta ao ambiente.

Os 3 meses é uma fase de descobertas, onde o bebê descobre as mãos. Alguns ficam tão encantados que passam horas nesta ‘’linda descoberta’’. Por isso, o uso de chocalho contribui para o movimento de preensão do objeto como da descoberta do som e identificar as partes do corpo usando as mãos também é uma forma de aprendizado(esquema corporal).

Na criança com Síndrome de Down, oriento o brincar com o chocalho, mas com certos cuidados como seria para todas as crianças até porque, ainda não existe a coordenação ‘’olho-mão’’ e ela pode se machucar. Desse modo, gosto de estimular com chocalhos de  pano com guizo ou favoreço o ‘’pegar’’ com ‘‘esticar da mão’’, não muito próxima do rosto, por exemplo.

Oh! Fase boa a dos 4 meses, já que as crianças gostam de acompanhar o movimento de objetos e pessoas e estão mais atentas aos detalhes, tanto que os brinquedos coloridos são mais chamativos e até digo que o elefante pode ser azul que o interesse acaba sendo o ‘’azul do elefante’’.

Gosto de usar brinquedos de cores mais primárias (vermelho, azul, verde e amarelo) e texturas diferentes e até com sons nesta fase, pois algumas crianças gostam de tocar e também levar objetos á boca. Asim, todo cuidado é pouco, alerto logo os pais.

Bem, vou falar a última fase por aqui, pois não quero que fique muito extenso este texto. Então, lá vem os 5 meses de idade e com ele a criança já gosta de não só pegar os objetos, explorar e jogar, como fazer troca do objeto.

Em um momento na mão direita e em um piscar de olhos na mão esquerda e a brincadeira fica melhor, devido ela se desloca mais de um ponto para o outro seja na cama ou no chão.

Gosto de incentivar e motivar os pais a fazerem ‘troca de posição’’, ou seja, não deixar a criança só no chão ou no colo, porque nesta fase ela gosta de rolarrrrrrrr e o ‘mundo’’ ficou pequeno para um espaço.

Enfim, brincar com um brinquedo depende da fase de desenvolvimento que a criança se encontra. E, caso apresente atraso, um dos nossos meus objetivos será o favorecimento do seu desenvolvimento, quer seja motor, cognitivo ou sensorial, por exemplo.

 Bjs,
Alda de Cássia

*Imagem: PUC Campinas

segunda-feira, 22 de outubro de 2018

Livro:O chapéu de Onofre


Quero deixar um recadinho antes de falar sobre o livro. Sim, incentivem em seus filhos ou às crianças o hábito da leitura, pois nada é tão valioso quanto o conhecimento .


Confesso que, eu e a’’mana abençoada’’, fomos muito incentivadas e enriquecidas literalmente por muitos e bons livros infantis e infanto-juvenis tanto que, o prazer de ler é gigantesco.

Vamos lá!

O livro é ‘’O chapéu de Onofre’’ tendo sido  escrito e ilustrado por Jesús Gabán lançado pela editora Paulinas e que recebeu o Prêmio Internacional de Ilustração da Fundação Santa Maria, Espanha, 1995.

Puxa Alda, ele é tão antigo. De 1995?Sim e não!!! Como assim? Bem, não sei quanto a você, mas gosto muito de livros antigos, apesar de alguns estarem fora do padrão de correção ortográfica atual. Porém, vejo o contexto das histórias em si que geralmente não afetam a criatividade do autor.

Pois é, neste livro um menino chamado Onofre vivia em um lixão e que acabou encontrando um chapéu. Sim, era bem diferente e ao colocar na cabeça viu que era imenso e que acabava escondendo o seu rosto por inteiro.

De repente apareceu um marinheiro querendo saber onde ficava o mar que ele tanto buscava e quando eles colocaram o chapéu na cabeça... Eles foram levados para um lugar bem diferente.

O que encontraram? Uma menina que dormia num rochedo cercado de água, mas não era mar. E ela também foi com eles para mais um lugar bem diferente que o chapéu os levou.

Pois bem, assim eles vão viajando até chegarem em seu último destino que era tão belo quanto os lugares visitados por eles, que terminaram a viagem de forma surpreendente.

Enfim, as ilustrações são belíssimas e, a meu ver, fazem jus ao prêmio recebido e nada mais enriquecedor que terminar o livro com  aquela sensação ...’’Uauuuu que interessante a criatividade deste livro !!

Indicação de hoje!

Bjs,
Alda de Cássia

 *Imagem: Estante virtual 






domingo, 21 de outubro de 2018

O que falta para você realizar os seus sonhos?







Bem, vou começar respondendo: Muito pouco! Hoje, vejo que algumas pessoas deixam ‘’rastros de sonhos pelo caminho’’.Desistem ou esquecem! Sempre digo: Acreditem em seus sonhos, pois Deus não colocaria um desejo de conquista, seja pessoal ou profissional, em seu coração. Não é verdade?

No último curso de coaching que fiz, aprendi que nada pode ser mais valioso que o seu desejo de realização, mas para isso é necessário planejamento e estabelecimentos de metas.

Pois bem, vou contar o que estou fazendo para realizar mais um sonho. Qual o sonho? Lançar livros de contos infantis e, para isso, estou lendo muita literatura infantil.

Já tenho um pronto, mas ainda estou ‘’amadurecendo’’ para lançá-lo, pois venho de ‘’ contos terapêuticos’’ para adultos e apesar de gostar muito de ler livros infantis, ainda estou ‘’engatinhando’’, pois este ‘’universo’’ é muito desafiador...Gosto de desafios!!!!! (rsrs)

Agora vou de perguntinha:‘’O que falta para você realizar o seu sonho?’’ E antes de finalizar o nosso bate-papo, quero dizer que o meu vai ser realizado no ‘’tempo de Deus’’ e no ''momento certo para acontecer''. Até lá vou lendo muitoooooo, até porque, sem dedicação, determinação e perseverança os sonhos só ficaram no papel.Você concorda?

Bjs,
Alda de Cássia

 * Imagem: Mensagens com amor

sábado, 20 de outubro de 2018

Livro: Caixa de Ferramentas

Quem gosta de contos curtos, porém, bem interessantes, vai gostar deste livro, ’’Caixa  de Ferramentas – Guia  para orientar e otimizar o desempenho profissional em todas as áreas", de Legrand e que foi lançado pela editora Soler.

São 35 contos bem reflexivos!Pois bem, escolhi o ‘’ Fazer por merecer’’, que conta a história de um homem que foi queixar-se porque com 20 anos ‘’de casa’’ estava ganhando menos que o Juca que havia chegado há pouco menos de 4 anos.

Bem, antes de continuar quero fazer uma pergunta?Quem já não ouviu essa reclamação no ambiente de trabalho? Você conhece algum colega de trabalho que está desmotivado por acreditar que ganha pouco pelo tempo de serviço dedicado à empresa?

Então, vamos lá com a históriaaaaaaa...O patrão ao ouvir a reclamação do Álvaro resolveu ‘’provar’’ o motivo de Juca ganhar mais que ele, mesmo tendo menos de 20 anos de trabalho.

O que fez? Pediu ao Álvaro para fazer uma pesquisa na barraca de fruta próxima da empresa e verificar se eles teriam abacaxi, pois ele pensou em fornecer abacaxi como sobremesa para os funcionários.

Pois bem, ele foi e voltou com a resposta: sim! Então, ele mandou chamar o Juca e fez a mesma solicitação e ele não só foi como verificou se a quantidade era suficiente para a venda, se possuía alternativas de outras frutas, o preço das frutas e até ‘’chorou’’ um desconto de 15%.

O que aconteceu? Juca saiu e Álvaro se aproximou do patrão quando foi perguntado: "Você falou alguma coisa quando entrou na minha sala... O que era mesmo?"

 Moral da história: Só adquirimos direitos aos nossos direitos, após cumprir nossas obrigações, fazendo assim por merecê-los’’

Dica de leitura que deve ser lido na íntegra!

Bjs,
Alda de Cássia

*Imagem; Skoob.com. br 

sexta-feira, 19 de outubro de 2018

Série Artistas Essenciais: Degas


Lendo os livros da coleção "Artistas Essências", escolhi sobre ‘’Degas ‘’ para falar hoje! Quem foi Degas? Na verdade o nome dele é Edgar Degas, que foi pintor, gravurista, escultor e fotógrafo Francês, segundo a pesquisa no Google, mas aqui vou falar sobre um dos fundadores do Impressionismo.


A coleção foi  escrita por David Spencer, lançada pela editora Ciranda Cultural e já na capa mostra uma das suas pinturas, que acredito ser uma das mais belas chamada ‘’A aula de Dança", de 1874.


Os registros, segundo a pesquisa de David, são de aproximadamente 1.500 pinturas, a pastel, estampas e desenhos de bailarinas deixados por Degas.

Bem, não tenho como resumir as 32 páginas que li, mas vou deixar um link do professor Linnell (YouTube), para que vocês possam conhecer um pouco da vida e obra deste artista.



        Bjs,

Alda de Cássia


* Imagem: Amazon.com. br
     Citaliarestauro. com
Vídeo créditos: Professor Linnell                                                                                                                                                                                                                                                                                            https://youtu.be/CGqdi53WeaQ    






quinta-feira, 18 de outubro de 2018

Livro: Lagartixas e Dinossauros


Faz pouco tempo que comecei a ler os livros de Rubens Alves, direcionados ao público infantil e tenho ficado surpresa com os seus textos tão criativos, que encantam até os adultos (como eu!!!!!)


Este:’’ Lagartixas e Dinossauros’’, lançado pela Edições Loyola, e com as ilustrações de Anfré Ianni se lido com um ‘’olhar’’ mais detalhado pode ser visto como ‘’moral da história’’, pela reflexão da história em si.

Bem, quando algumas lagartixas não se aceitam por acharem que não possuem‘’um algo a mais’’, ou são ‘‘pequeninas’’ ou ‘’comuns’’, elas são capazes de desobedecer todas as regras do ‘’não pode’’ e é inevitável responderem pelas suas consequências.

Daí, após terminar de ler o livro fiquei a pensar: ’’ Será que mudaria algo em mim por acreditar que seria vista ‘’com outros olhos’’, assim como as lagartixas?

Não, não, pois acredito que este ‘’algo a mais’’ que cada um possui e que nos faz únicos e especiais faz toda a diferença e então, mudar para que? Você não acha?

Enfim, um livro que os pais devem ler com os seus filhos ou os professores com os seus alunos e no final deixar um momento para reflexão.

Super dica de hoje?

Bjs,
Alda de Cássia


*Imagem: Estante Virtual

quarta-feira, 17 de outubro de 2018

Soja x Tireoide


                                                
Lendo a revista ‘’Viva Saúde’’, descobri que o consumo em excesso de soja pode prejudicar o funcionamento da tireoide, que é uma glândula que é semelhante ao formato de uma borboleta, que em disfunção pode afetar todo o corpo.

Importante lembrar que ela produz hormônios que regulam as mínimas funções cerebrais até responsáveis pelo intestino e aparelho genital.

Vamos lá!

Ultimamente, tenho ouvido muitos comentários como: ‘’O que é ruim para a tireoide?’’ Ou: ‘’O que devo comer ou não? Existem alimentos bons para tratar a tireoide?’’ .

 Aqui, então compartilho um alerta:Na revista o artigo ‘’Soja em Xeque’’, por Mariana Viktor , a soja, ou melhor,o consumo exagerado de soja, é visto como fator de prejuízo na tireoide, principalmente em mulheres com baixos níveis de iodo.

Cita que a composição da soja é de cerca de 40% de proteínas, 20% de lipídios (óleo), 5 % de minerais e 34% de carboidratos (açucares como glicose, frutose e sacarose; fibras e os oligossacarídeos, como rafinose e estaquiose)

Segundo a nutricionista Andreia Naves, que também é membro do Institute for Funcional Medicine (EUA), a desordem na tireoide é aumentada com o consumo exagerado de soja, já que a soja possui isoflavonas (daidzeina e genisteina), que são fito-hormônios semelhantes ao estrógenos.

E como sabemos, o aumento de estrógeno, que é o hormônio feminino, pode provocar prejuízos na tireoide, mas não podemos esquecer que são hormônios sexuais importantes para o organismo.

Enfim, tudo que é exagero é prejudicial a saúde. Por isso, é preciso ter cuidado com relação ao uso de alimentos, pois o que poderia ser saudável acaba sendo ‘’letal’’ para a saúde.

Bjs,
Alda de Cássia

 *Imagem:Alto astral