domingo, 30 de junho de 2019

Linguagem bem paraense








Vou  falar um pouco da minha querida Belém-do-Pará, a terra do açaí, do carimbó e do siriá.

Bem, carimbó e síria são danças típicas das nossas região. Dançadas com muita ginga e muita harmonia.Quem ouve sempre ‘’dá uma remexida’’(rs).

Temos belíssimos pontos turísticos e lindas paisagens exuberante. Belém é chamada de "Cidade das mangueiras". Os mais descuidados sofrem com a queda de mangas em queda livre (rs).

Aqui os encontros são marcados antes ou depois da chuva, que refresca a nossa cuca (rs).Você sabia que tomamos o nosso tacacá, em plena 3 horas da tarde, onde podemos fritar ovos no asfalto?(rs).

É verdade!! Aquela cuia bem cheia! Há os camarões, o jambu, a goma, o tucupi do ''Vovó_ da_ floresta '' e aquela pimentinha que dizemos ‘’égua da pimenta maninha da boaaa!"(rs).

Bom, antes de terminar o nosso bate-papo de hoje, vou colocar alguns vocábulos das nossas ‘’pérolas’’ da nossa cultura falada (rs). Nossa cultura popular !!!!

Vamos lá!

*    Quando algo é muito bom: ‘’PAI D’EGUA’’!

*    Quando a pessoa está cheia de frescura dizemos: ’’Deixa de PAVULAGEM’’

*    Quando estamos com pressa de ir embora: ‘’BORIMBORA’’

*    Quando alguém ‘’viaja’’ na batatinha contando alguma mentira: ’’TE DOIDO É ?’’

*   Quando queremos chamar carinhosamente uma pessoa: ’’MANINHA(o) VEM CÁ!’’

*    Quando você elogia a pessoa e ela não acredita: ’’MAS QUAAAANDO’’

*    Quando está muito quente: ’’ÉGUA DO CALOR’’

*    Quando você quer sentar: ’’ARREDA AÍ’’

*  *    Quando alguém mostra algo nojento: ’’AXIII! CREDOOO!’’

*    Quando a pessoa está doente, triste e com cara de maracujá de gaveta: ’’TÁ MUFINA’

*    Quando você não ‘’tá nem aí’’ com a pessoa que fala que você tem que ter cuidado com o outro: ’’EU CHOROOO’’

*    Quando a pessoa acabou de receber o seu salário: ’’TÁ BUIADO’’

*    Quando você quer contar uma fofoca para sua amiga: ‘’NEMTECONTO’’

*    Quando você quer que a pessoa vá embora: ’’PEGA O BECO’

*    Quando você diz que vai embora: ’’JÁ ME VÚ’’

Espero que você  tenha gostado e apreciado um pouco da nossa tradição e cultura paraense !

Alda de Cássia e Vitória de Cássia 

sábado, 29 de junho de 2019

Você conhece os 7 inimigos do cérebro


O Dr. Leandro Teles, neurologista da Universidade de São Paulo (USP), explica que "o funcionamento cerebral não é linear e, como todo sistema complexo, ele é sujeito a falhas e a imperfeições. Por isso, cabe a cada um reconhecer na sua vida os determinantes da baixa eficiência, tornando o sistema mais confiável". Para isso, ele numerou sete desses hábitos que alteram o funcionamento e justificam lapsos ou redução de produtividade. Confira!

1. Falta de sono: o hábito de dormir pouco pode atrapalhar o processo cerebral, uma vez que é durante o sono que o cérebro consolida as memórias do dia que passou, organiza o pensamento e exercita a criatividade (sabe os sonhos? Então). Além disso, prepara o cérebro para as atividades do dia seguinte. Por isso, quando dormimos mal o rendimento cai logo no dia seguinte, ocorrendo o declínio franco da concentração, da memória e alterações intensas do humor.

2. Sedentarismo: a atividade física age no sistema nervoso central reduzindo a ansiedade, derrubando os níveis de cortisol e adrenalina, estimulando a formação de redes dentro do hipocampo (região responsável pela memorização) e melhorando o sono. Ou seja, a falta dela remete aos mesmos problemas de falta de sono, que comprometem a atividade cerebral de semelhante maneira.

3. Rotina: pode não parecer óbvio, mas a rotina é um inimigo importantíssimo. Ela automatiza os processos mentais e, dessa maneira, realizamos diversas atividades sem perceber e deixamos de pensar, perdendo uma chance de exercitar os neurônios. Trabalhos repetitivos, relações interpessoais que caíram na mesmice, falta de projetos, planos, metas, tudo isso leva a uma preguiça cognitiva. Por isso sempre somos estimulados a buscar coisas novas, desafios: para alimentar o cérebro de vivencias intelectualmente mais interessantes.

4. Sobrecarga mentala privação de estímulos que a rotina provoca é tão prejudicial quanto a sobrecarga de informações. O cérebro tem uma capacidade limitada de lidar com afazeres simultâneos e se ultrapassarmos essa capacidade, teremos consequencias: esquecimentos, desatenção e baixa no rendimento. Portanto, faça cada coisa no seu tempo e se desconecte do mundo ao resolver problemas importantes e específicos.

5.Ansiedade: a ansiedade cria pressão antecipatória para eventos posteriores, um dimensionamento patológico do grau de complicação, etc. Os ansiosos são frequentemente desatentos e cometem lapsos pois estão projetando sua mente para o futuro e não estão focados no presente. O ideal é combater a ansiedade com medidas comportamentais.

6. Desorganização: você facilita muito o trabalho cognitivo se for uma pessoa organizada. Trabalhar em ambientes apropriados, gerenciar o tempo, estipular prioridade, delegar tarefas com inteligência, manter um certo padrão aonde guarda as coisas, o jeito que destaca o que é mais relevante, manter a fácil aceso aquilo que é usado com maior urgência ou frequência, etc. Tudo isso libera seu cérebro para se engajar no processo cognitivo superior, como a criatividade, raciocínio lógico, previsão de resultados, etc.

7. Vícios e alimentos: reduza o consumo de álcool e nicotina e tenha cuidado com medicamentos para tontura, náuseas, relaxantes musculares e remédios para dormir sem orientação médica (eles podem atrapalhar todo o processo mental). Evite o excesso de estimulantes como cafeína, pois o exagero pode até deixá-lo ligado, mas, paradoxalmente, mais desfocado e menos produtivo. Evite excessos alimentares, coma várias vezes ao dia e prefira alimentos de fácil digestão. Também evite trabalhar e estudar com fome. Ou seja, evite os excessos, quaisquer que eles sejam.

Fonte: https://br.mulher.yahoo.com


Vitória de Cássia

*Imagem: Psicoreab






sexta-feira, 28 de junho de 2019

‘’Deus não pode fazer nada com as nossas obras... Se Ele não possuir o nosso coração’’






 Quem falou tão reflexiva frase? Padre Fábio de Melo: ‘’Deus não pode fazer nada com as nossas obras... Se Ele não possuir o nosso coração’’. Sim, somente obras não nos dignificam perante Deus.

 É preciso ir além das obras... É preciso uma fé inabalável. A certeza de que Ele sabe o que é melhor para cada um de seus filhos, pois tudo vem no tempo D´Ele.É preciso ser tocado (a) pelo seu amor e transformado por Ele.

Por meio das obras somos tocados a amar o nosso próximo, por exemplo. Cada um exerce uma profissão ou está em uma posição que pode ajudar ou encontrar pessoas dispostas a estender as mãos, a ter compaixão e ser solidário.

Enfim, quando somos tocados por Deus acabamos sendo mais sensíveis a fazer obras que não só nos beneficiam, mas que possa ser compartilhada com muitos que estão em nosso convívio diário. Não é mesmo?Penso assim...

Alda de Cássia

*Imagem: Bíblia se ensina

quinta-feira, 27 de junho de 2019

‘’Que seja feita a Sua vontade... E que eu aceite a vontade de Deus... ’’




Bem, foi assim que ouvi de um paciente que estava aguardando ser chamado para uma cirurgia.Ele tinha um tumor cerebral.Havia perdido a visão e tinha os movimentos motores comprometidos, mas estava lúcido de suas funções mentais.

Na hora que ouvi... Refleti muito naquele dia. De fato... Que ‘’Eu aceite a vontade de Deus’’. Sim, o padre Fabio de Melo diz que: ‘’A nossa vontade é um território sagrado, onde Deus tem acesso à totalidade do nosso ser’’.

Provavelmente, Deus tinha acessado aquele paciente em sua totalidade, a ponto dele ter sido capaz de em um momento tão difícil... Entregar-se nas mãos de Deus. Sem medo de enxergar  á luz que parte do coração de Deus.

Quantas vezes falamos: ‘‘Que seja feita a Sua vontade?’’ e Quantas : ‘’Que eu aceite a vontade de Deus’’? Pois é, aceitar a vontade do Pai... Pai de amor, Pai misericordioso, que sabe o que precisamos... Pai que não pune os seus filhos e sim permite o aprendizado por meio do livre-arbítrio.

Enfim, que eu compreenda que o desejo de Deus está alem do meu. Ele quer a minha felicidade e a minha realização. Daí é necessário saber se as minhas escolhas, os meus desejos e as minhas vontades coincidem com a vontade de Deus na minha vida... Caso não..Que a vontade de Deus prevaleça e que eu aceite.

Alda de Cássia

*Imagem: Salvos por cristo Jesus 

quarta-feira, 26 de junho de 2019

Loucura e normalidade







Este universo interno dependerá do ambiente em que você vive, dos fatores genéticos ou de fatores externos.

Você já deve ter ouvido que, a pessoa é dita ‘’louca’’ quando foge os padrões normais e ‘’normais’’ quando segue normas e regras. Acho que a normalidade é uma linha tênue entre o ‘’ser você’’ e o ‘’ser quem você tem que ser’’.

Por exemplo, acabei de ver uma moça usando um vestido verde, uma blusa Jean alaranjada  e uma calça comprida roxa e sapatos vermelhos. Não está frio e nem quente. Não está chovendo.Muitas cores juntas!

 Ainda não!Ela não aparentava ser ‘’louca’’, pois acabou de sair da padaria com pão e nem fez nem um movimento ‘’estranho’’ e nem ficou ‘’falando sozinha’’.

Confesso, eu achei muito estranho. Logo pensei: "Ela é esquisita''. Logo vi que não. E aí... Ela é ‘’normal’’?

Eu respondo: ’’Ela era ela mesma!!’’

Vamos ainda ouvir: ’’De médico e louco, cada um tem um pouco!’’(rs)

Tchauu pra tiiiiiii...

Alda de Cássia  
Arte: Vitória de Cássia 

terça-feira, 25 de junho de 2019

É preciso buscar a nossa melhor versão









Sim, muita gente copiando o outro. Alguns, se achando donos da verdade. E outras, querendo se anular para poder ter a sensação de pertencimento em um grupo a que pertencem...Alguns ambientes de trabalho e até na família é possível encontrar pessoas agindo assim...

Acredito que cada um de nós deva ser aquilo que se agrada ser e não agradar o outro. Ser fiel aos seus valores e princípios morais é definir aquilo que você não abre mão e aquilo que você é na sua essência.

Sua melhor versão?Penso que, a melhor versão parte do princípio que você se capacitou para vencer e é um vencedor. Que você elaborou uma decepção e amadureceu. Que você é capaz de ver o próximo com o olhar de amor e é uma pessoa mais humanizada...Não, não nada de lição de moral!!

Enfim, eu e  a ''mana abençoada'' estamos tentando buscar a nossa melhor versão. É claro que não é fácil, pois sempre vamos nos  deparar com situações que nos afastam desta busca, mas sempre após uma reflexão vamos voltar ao nosso objetivo central:Buscar a melhor versão.

Alda de Cássia

*Imagem:Blog Alta Performance 

segunda-feira, 24 de junho de 2019

‘’A oração ensina a nossa alma ser paciente’’


Que bela reflexão do Padre Fábio de Melo: ‘’A oração ensina a nossa alma ser paciente’’. De fato!Creio que hoje vivemos em um mundo de imediatismo, como já falei por aqui, certa manhã.

Querer tudo para ontem. Querer que as pessoas estivessem prontas para atender as nossas necessidades pessoais ou profissionais. Querer comprar uma casa sem ser capaz de investir ou poupar o dinheiro para a compra, de forma programada.Não é assim?

Sim, não sou imune à falta de paciência. Por isso, descobri na oração um exercício diário de paciência. Aqui sempre coloco: ’’Tudo no tempo certo. Tudo no tempo de Deus’’. E justifico que a oração me faz pensar assim.

Pois bem, concordo com o padre Fábio de Melo... Oração que ensina a alma a ser paciente, assim faço dela o remédio mais salutar para a minha alma, que em alguns dias parece que disputa uma ‘’São Silvestre’’ e em outros parece ‘‘Uma pena solta no vento’’. Aí aí ...kkkkk

Alda de Cássia          

*Imagem:Canção Nova

domingo, 23 de junho de 2019

"Pensar pequeno é se afogar em um copo d água’’



A filósofa Lúcia Helena Galvão na palestra sobre ‘’A sabedoria de Buda’’, faz uma leitura do Dhammapada, também chamado de caminho do Dharma é um escrito budista que foi dito como textos de Buda.

Ela faz uma reflexão: ‘’ ’Pensar pequeno é se afogar em um copo d água’’. E vai além quando diz que, pensar grande é ‘’ Valorizar as coisas na sua devida proporção’’. O que significa? Dar o valor a quem tem valor e aquilo que tem o seu real valor em cada circunstância.

Pois é, ‘’pensar pequeno é se afogar em um copo d água ‘‘... Hummm...Pensei em um homem que tinha o sonho de ter o seu próprio negócio e lia tudo sobre empreendorismo. No trabalho era chamado para dar sugestões sobre estratégias de como impulsionar os novos produtos nas mídias sociais.

Uma das suas  idéias inovadoras foi tão boa (qualquer dia compartilho a ideia em outro conto), que ele recebeu uma promoção e muitos elogios, pois as vendas triplicaram e a empresa teve que montar uma nova logística para atender tantos pedidos.

O que aconteceu? Ele achou que não seria capaz de ter novas idéias inovadoras e passou a ficar em sua sala fazendo o que fazia sempre: planilha de vendas e controle de produtos e a cada dia se sentia infeliz no ambiente de trabalho.

Moral da história: ‘’Pensar pequeno é se afogar em um copo d água’’

Alda de Cássia

*Imagem: Google

sábado, 22 de junho de 2019

"Espera no Senhor’’ - Eliana Ribeiro


Que lindaaaaaaaaaa música. Olha que lindo trecho: ‘’Espera no Senhor...Mesmo quando a vida pedir de ti mais do que podes dar. E o cansaço já fizer teu passo vacilar...’’.

Espera no Senhor... Quem nunca sentiu aquela sensação de ‘’Não sei mais o que fazer?’’ e na mesma hora aquele pensamento: ’’Meu Deus o que devo fazer?’’

Aprendi a esperar no Senhor. Em ter paciência. Em esperar confiando nas suas promessas. Nada de imediatismo. Querer para ontem... Até porque, descobri que ‘’amadurecer’’ os sonhos, os sentimentos e as vontades, tudo isso se aproxima de esperar a semente germinar e a árvore dar frutos saborosos.

Tudo no tempo certo. Tudo no tempo de Deus. Mas acredito que as melhores e maiores conquistas vem quando estamos prontos (amadurecidos e capacitados) para recebê-las... Então, preparados estaremos para reconhecer e agradecer a Deus...Todo plantio traz colheita...Então...Vamos esperar no Senhor! 

Alda de Cássia  
*Imagem: SlideShare

sexta-feira, 21 de junho de 2019

Conto: O mais lindo lugar (adaptado)



Pois bem, como prometi ontem, aqui vou contar mais um conto terapêutico. O último contado para o paciente antes da sua descida da UTI para a enfermaria.

Menciono que ao chegar à UTI com um ‘’conto em mente’’, no caso ‘’O vendedor de geladeira no Polo Norte’’, vi um biombo cercando o leito do paciente e percebi que ele estava entristecido.

Ao fazer um ‘’raio x’’ do local, notei que era porque o paciente a sua frente estava em estado grave e, provavelmente, poderia fazer uma parada cardíaca devido aos parâmetros extremamente baixos.

O que fiz? Mudei de estratégia e contei um conto adaptado: ‘’O mais lindo lugar...’’ (meu título). Ele fala de 2 pacientes, sendo um deles internado há mais de 1 mês (referência ao paciente da UTI) e que eram amigos.

Um deles ficava na janela e relatava ao outro as belezas de um jardim que via.Tanta beleza, tantas pessoas felizes.Pipoqueiro, lago, árvores frondosas e lindo jardim de rosas.

Isso encantava o paciente que só via outros pacientes graves ‘’entubados’’ (referência ao paciente UTI). Só que um dia o paciente foi embora. Então, ocorreu uma mudança.(Tentativa de preparação para  possível  morte do paciente da UTI a sua frente)

A enfermeira atendeu ao pedido do paciente antes da sua partida e colocou o amigo dele na janela. O que aconteceu? Ele viu que no lugar do jardim havia um muro alto de concreto.

Moral da história: Você cria a imagem que possa alegrar os seus dias ou do outro.

Moral para o paciente: Use este pano branco (do biombo) a sua frente e crie o seu jardim. Se desejar, coloque árvores frondosas. Crianças brincando. Lago, pássaros...Crie o seu cenário,pois aqui está a sua janela!Tendo o paciente sorrido, tendo concordado com a cabeça e dito sussurrando ‘’vou criar o meu jardim’’

Alda de Cássia

* Imagem:Comprar papel de parede

quinta-feira, 20 de junho de 2019

A palavra certa na hora certa...


Quem nunca desejou ouvir uma palavra de consolo, de carinho ou de incentivo no momento que a tristeza chegava de ‘’malas e cuias’’? Bem, confesso que já me calei em desalento, e não conseguia ver ‘’a luz no final do túnel’’ até que Deus enviava um de seus filhos para uma palavra: ‘‘Estou aqui. Conte comigo!’’ Ou me permitia ver alguém precisando de ajuda, daí compreendia: ‘’A dor do desalento bate em todas as portas...Não sou a única que precisa de ajuda!’’

Receber a noticia de um filho doente ou a perda de um ente querido é sempre devastador. O chão ‘’se abre’’, ‘’cegueira’’ da realidade se instala e o desespero chega ao ponto mais alto: ’’Não aceito!’’...Daí, uma palavra certa na hora certa faz toda a diferença.

Ah! A palavra certa na hora certa... Palavra falada ou dita pelo olhar. A experiência de atender pacientes na UTI me fez ver com ‘’os olhos do agora’’ a necessidade de tentar interpretar cada ‘’meio sorriso’’, cada lágrima  caída ou cada ‘’olhar de desolação’’. Por isso, optei, também, pela contação de histórias como forma de ‘’desenhar um sorriso ‘’ em cada fim de atendimento terapêutico.

Pois bem, amanhã conto a história que contei para o paciente (mais de 1 mês na UTI), na véspera da sua alta para a enfermaria e que depois, já na enfermaria fez o que eu havia sugestionado na ‘’moral da história’’ ao fim do conto.

Alda de Cássia

*Imagem: Mercado Livre 

quarta-feira, 19 de junho de 2019

Você é uma caneta ou um lápis na vida das pessoas?





Hummmm...Ser caneta seria deixar sua assinatura na vida das pessoas permanentemente no ‘’papel’’.  E mesmo que aquela borracha ‘’apagua tudo’’ fosse usada, uma boa lupa deixaria a mostra que houve uma  ‘’presença’’ ali.

Ser lápis na vida das pessoas... Hummm...Seria assinar o ‘’papel’’e devido a várias circunstâncias ser apagado com aquela borracha ‘’apaga tudo’’.Não é mesmo?

Creio que... Ser caneta ou ser lápis pode deixar marcas na ‘’folha’’ do outro, então todo cuidado é muito para que as marcas deixadas sejam lembradas com belos sorrisos no rosto e não com lágrimas nos olhos que caem e borram o papel.Não é verdade?

Alda de Cássia

* Imagem: Bolsamania 

terça-feira, 18 de junho de 2019

A felicidade é simples assim...







Ontem, ao começar a escrever este texto buscava inspiração. Coloquei uma bela canção clássica e o som de cada melodia tocada no piano, me dava a certeza de que a felicidade é tão simples, então por que será que algumas pessoas não a encontram?

O vento balançava os meus cabelos e a sensação de paz era imensa. Parecia que o ‘’mundo’’ tinha parado de ‘’gritar’’ e as teclas tocadas desenhavam uma estrada que me fazia avistar o horizonte.

É sabido que... Quanto mais você caminha para chegar até o horizonte, mas ele se afasta e deve ser por isso que nunca devemos parar de caminhar. Penso que o dinheiro não compra a felicidade. Até porque, como comprar aquilo que não está à venda? Estar ao lado dos nossos pais, amar o trabalho-missão, um abraço e um beijo gostoso de um  filho... Momentos de risos  e descontração com amigos, familiares, namorado ou esposa.Não é mesmo?

Então, encontre nas danças das melodias de uma música, o prazer de ser simples e ser simples é felicidade em gotas de orvalho que beijam as folhas no amanhecer.

Alda de Cássia

*Imagem: Dreamstime 

segunda-feira, 17 de junho de 2019

‘’Nada poderá me abalar...’’


Que mensagem mais reconfortante e reflexiva por meio da música ‘’Força e poder’’, cantada por Eliana Ribeiro, para falar do poder e do amor de Jesus Cristo em nossa vida.

No trecho: ‘’Nada poderá me abalar. Nada poderá me derrotar, pois minha força e vitória têm um nome e é Jesus... ’’. Quem tem fé legitima, inabalável e infinita sabe que a dor não é eterna, que os humilhados serão exaltados e que Deus nos dá força para vencer os obstáculos quanto tudo parece intransponível. Creio assim!

Outro trecho diz: ‘’Viver a Tua palavra’’. Isto soa em meus ouvidos como ‘’ser capaz de amar, perdoar, ajudar e compartilhar os melhores sentimentos com aqueles que estão ao nosso lado’’.

Por fim, que Jesus aumente a nossa fé...Que a tempestade seja de amor , que o vento seja de compaixão e que todas, às vezes, que dobrarmos os nossos joelhos seja para agradecer por graças alcançadas, que possamos pedir a intercessão não só por nós, mas por aqueles que sabemos que possuem merecimento de vitórias...AMÉM!

Alda de Cássia
*Imagem:Facebook

domingo, 16 de junho de 2019

‘’Devo carregar o meu filho no colo?’’






A pergunta foi de uma mãe de uma criança de 4 anos de idade:’’ ‘’Devo carregar o meu filho no colo?’’. Perguntei de imediato:’’Ele já anda?’’. Ela respondeu: ‘’Já. Começou aos 2 anos de idade!’’.

O que falei? Bem, com um sorriso no rosto disse: ’’Então, por que você carrega se já anda? Vai carregar até quantos anos? Como vai correr se vive no colo?’’.

A mãe deu um ‘’sorriso meia boca’’ e concordou com a cabeça. O que ela fez?Colocou a criança no chão e mesmo o ‘’pequeno’’ esperneando ela ficou resistente e foi embora...Depois mãe e filhos de mãos dadas caminhando lado a lado.

Alda de Cássia

*Imagem: Photovideobank

sábado, 15 de junho de 2019

’’Servir à nação, equivale a servir desinteressadamente á família.


Na  revista História da BBC, com o titulo:’’Revolução sem armas’’, o autor fala em seu artigo sobre Gandhi.Segundo o autor, um dos sinais de grandeza dele era mesmo ‘’caindo nas mãos do inimigo’’. Ele não o maldizia.


Foi um líder de um movimento de resistência pacífica, que pregava o conceito de não violência, em suas lutas em prol do direito do povo pela liberdade.


Em carta a uma mulher indiana em 1926, ele responde: ’’Servir à nação, equivale a servir desinteressadamente á família. A autorrealização é impossível sem servir os mais carentes e se identificar com eles’’.


O título Mahatma tem o significado ‘’Grande Alma’’, em sânscrito. Gandhi foi um advogado que se abdicou do seu trabalho como homem jurídico, para lutar pelos direitos coletivos de seu povo.


Homens assim fazem da sua vida uma lição de vida, do amor e fraternidade. E você? Tem algum exemplo de vida e de amor ao próximo para nos contar?

Alda de cássia

sexta-feira, 14 de junho de 2019

Ética de coerção x Ética de convicção


Segunda a filósofa Maria Lucia Helena Galvão, em uma de suas palestras dadas para os alunos da Nova Acrópole, existe uma diferença entre  ética de coerção e ética de convicção ao analisar o Conto Zen : ‘’ O roubo’’.

Bem, ela menciona que Platão dizia: ‘’Você é o que você faz até que a última porta se fecha atrás de você’’.Perfeitooooo!! Concordo... Até digo que devemos ser éticos em público e longe dele, pois isso mostra o nosso caráter e quem é realmente.

No conto ‘O roubo’’, um dos discípulos foi contra a ordem dada pelo monge, já que roubar sem ser visto era errado. O próprio discípulo disse que, ele mesmo saberia. E como esconder de si o que não era correto?

O monge queria transmitir uma mensagem, mas só um dos discípulos a interpretou na sua essência. Bem, minha pergunta: Quantas vezes você fez algo errado sabendo que era errado?

Enfim, a honestidade e a ética são virtudes pouco encontradas hoje, pois algumas pessoas são capazes de trair seus próprios amigos ou familiares , por exemplo, para se beneficiar.

Alda de Cássia


*Imagem:Crosp

quinta-feira, 13 de junho de 2019

Pinte o seu quadro









Qual será o tamanho? Qual será o desenho? Quais as cores que você vai usar? Não sei, mas o meu ainda estou pintando. Decerto que, estou neste pintar há alguns anos. Demorei um pouco para resolver pintar o quadro da minha vida.

Fiz um esboço de como seria:Umas pinceladas do meu passado.Umas pinceladas do meu presente e até esbocei umas pinceladas de um futuro desejado. Pintei assim? Na verdade, quando fechei os meus olhos pedindo  a Deus inspiração, Ele me inspirou a imaginar a seguinte cena: Um espelho a minha frente. Eu refletindo e atrás a imagem Dele na parede.

Abri os olhos e entendi que tenho muito a viver, a aprender e a amar. O espelho seria o meu hoje e que eu veja com clareza o que estou fazendo da minha vida. O meu reflexo, a certeza que tenho uma missão a ser cumprida. E o quadro com a imagem de Deus?

Bem, seria a forma D´Ele estar dizendo:’’Por onde você for estarei zelando por você.Não temas. Eu venci o mundo’’. Então, só está assinado no canto do quadro bem grande: AMÉM!

Alda de Cássia 

*Imagem: Carta Campinas

quarta-feira, 12 de junho de 2019

O que estou oferecendo para o mundo


Lembro que li uma frase do filósofo Mario Sergio Cortella que era bem assim: ‘’O mundo que vamos deixar para os nossos filhos depende dos filhos que vamos deixar para o nosso mundo’’.

Costumo em minhas palestras na maternidade falar para os pais dos recém-nascidos esta frase. A reflexão tem o propósito de conscientizá-los que amar uma criança desde os primeiros dias de vida é tão importante quanto os estímulos cognitivos e motores que serão fornecidos para eles.

O que foi nos oferecido quando criança? E durante a adolescência, o que nos foi oferecido como valores morais? Então, que adultos somos? Muitas perguntas e, provavelmente, nossas respostas serão únicas, pois somos diferentes um dos outros. Diferentes no modo de pensar, de agir e de ser.

Enfim, espero que possamos estar oferecendo o melhor de cada um de nós e que este melhor encontre o melhor do outro e o encontro seja uma ‘’explosão’’ de amor ao próximo.

Alda de Cássia

 *Imagem: O segredo

terça-feira, 11 de junho de 2019

O amor está dentro de casa?


Quem ama os seus filhos incondicionalmente sabe que o amor já fez morada em sua casa. Que Deus deu o maior e melhor presente. Um presente valioso. Um presente de Deus!

O que é amar um filho? Duvido que um pai ou uma mãe possam conseguir traduzir este sentimento em uma frase!Não tenho filhos, mas atendo diariamente crianças na faixa etária a partir de 2 meses de idade em um Programa de Estimulação Precoce, duas vezes por semana na maternidade e sinto que o amor sempre está  ‘’no ar’’.

Lá vai uma perguntinha: O amor está dentro da sua casa? Você conseguiria expressar o que sentiria se ao chegar em casa após um longo dia de trabalho,  não encontrasse aquele sorriso de ‘’meu pai’’ ou ‘’minha mãe’’?Já conseguiu pensar sua vida sem seu presente de Deus?

Pois é, se foi dolorido pensar, então, Deus presenteou com o Seu melhor presente, pois tinha a certeza que cada abraço apertado, cada beijo de boa noite e cada ‘’bronca educativa’’ seria dados pelo amor da vida dos filhos... VOCÊ!

Então, não perca a oportunidade de dizer: ‘’EU AMO VOCÊ, meu filho (ou minha filha)’’, pois amar começa em casa e certamente será reflexo de como o seu filho ou sua filha compartilharão este amor com o seu próximo fora de casa.

  Alda de Cássia 

*Imagem: Clickgratis


segunda-feira, 10 de junho de 2019

Escute o seu coração





Impossível não escutar as batidas...Tum-Tum-Tum. Não é mesmo? Mas, estou falando de forma figurada, simbólica e literária. Escutar é diferente de ouvir. Você sabia?


Quando escutamos nos sintonizamos e quando ouvimos, as batidas se misturam com os sons da respiração, com o som de uma tosse e com o barulho do bocejo.

Quem nunca escutou aquele conselho: "Escuta o que o teu coração quer dizer?’’ ou ‘’Bem, que o meu coração pedia para não ir?’’. Pois é, meio sem sentido real, mas cheio de significados ‘‘Tuntunal’’ (rsrs)

Bem, o que quero dizer? Escute o seu coração! Aproveitando esta história vou contar um dos meus minicontos terapêuticos que expressa o que desejo falar.

Um dia, um rapaz tocava em seu piano. A leveza de cada toque nas teclas fazia que a melodia dançasse pelo quarto. O pensamento estava em uma pessoa especial. Quem? Sua filha que tinha acabado de nascer há poucos dias.

Era seu maior e melhor presente dado por Deus. Cada sorriso era o sol a aquecer suas mãos do frio, mas o tempo passou e ela cresceu e a lembrança da sua partida veio como um vento ventania.

Nunca foi capaz de dizer: ‘’Eu amo você’’ por isso, a triste melodia agora tocava a sua alma e aos poucos ele foi percebendo que perdeu tantas oportunidades de falar... Tum-Tum-Tum ...’’Não lhe escutei!’’


Moral da história: Às vezes, o amor da sua vida vai embora sem ao menos você dizer que o sentimento "amor" ganhou sentido!Filhos nascem, crescem e seguem um  dia o seu caminho... Que eles possam escutar o seu coração dizendo: '' Amo você, minha filha!''...Tum-Tum-Tum.

Alda de Cássia

* Imagem:Urban Arts