quinta-feira, 30 de abril de 2015

Sem jeito.


Estávamos em plena terça-feira, em um consultório. Eu, a ‘’mana abençoada’’ e a nossa mãe seríamos consultadas pelo nosso oftalmologista, o Dr.Sérgio. Seria uma consulta de rotina anual.

Havíamos chegado bem cedo.Era preciso, pois retornaríamos ao trabalho após a consulta.Só que ao chegar até o 2 andar, constatamos que outros pacientes tiveram a mesma ideia (rs).

Estava lotado!!! Arranjamos uma cadeira e por lá ficamos até a hora marcada. A televisão estava ligada. Passava um programa que apresenta noticias locais.Nesse caso,o apresentador estava  falando sobre um caso de violência.

Todos ali estavam prestando atenção e comentando sobre o crime. Foi quando o assistente do médico chegou e disse: ’’Posso mudar  o canal? Vocês vão querer assistir isso?

O silêncio se fez! E ele entendeu como resposta positiva...

Confesso que  fiquei constrangida, já que estava assistindo e queria ver o final da história, assim como alguns que estavam ali! Mas, era preciso ‘’mudar de canal’’. Havia muitos senhores e senhoras de idade e até uma criança, ficando inconcebível expor a tal cena.

O fato é que o interesse surgiu já que,precisamos conhecer ''os fatos'' que ocorrem,para nos protegermos no futuro!Penso que,esse foi o motivo do interesse de todos.

Bjs,
Alda


quarta-feira, 29 de abril de 2015

Livro: O Bom Conflito.

Que existem situações difíceis na vida, todos sabem, mas que existem pessoas difíceis vivendo no mesmo contexto conflituoso é unânime confirmar.

A autora é a psicóloga Maria Tereza Maldonado, que escreveu este livro: ’’O Bom Conflito- Juntos buscamos a solução" lançado pela editora Integrare.

Um livro bem acessível e esclarecedor. Conflitos sempre são conflitos, seja no ambiente de trabalho, com os amigos ou no meio familiar.

Assuntos como: ’’De onde surgem os conflitos?’’, ‘’Conflitos podem ser bons?’’, ‘’Como lidar com os conflitos?’’,’’A boa raiva?’’, entre outros que são brilhantemente elucidados neste livro.

Sempre busco compartilhar com vocês belas e boas leituras. Sempre assuntos que nos façam refletir e repensar atitudes e comportamentos.

Pois bem, separei alguns tópicos muito interessantes e esclarecedores.

Na introdução, a autora ‘’de cara’’ diz:

‘’Felizmente, na maior parte do tempo, conseguimos nos entender razoavelmente bem com os outros, embora a maioria de nós não valorize isso e coloque lentes de aumento nas divergências, achando que a vida é dura e está cada vez mais complicada’’.

É Verdade! Bem, eu e a ‘’mana abençoada’’ já tivemos os nossos minis DR (rs), mas foram resolvidos.E olhe que muita gente diz que pensamos iguais e que como gêmeas univitelinas somos ‘’a mesma coisa’’ e pensamos ‘’a mesma coisa’’. Bem, na verdade, comungamos dos mesmos pensamentos.
Vamos lá!

ü ‘’ ... é preciso olhar o conflito como oportunidade de mudança e de melhoria nos relacionamentos, aprimorar nossos recursos de comunicação e ter disposição para encontrar os pontos em comum nas divergências’’.

ü ‘’O conflito ocorre quando as duas partes acham que suas necessidades não podem ser satisfeitas simultaneamente. O conflito também surge quando ambas as partes desejam a mesma coisa, mas o acesso ao que é desejado é muito desigual’’.

ü ‘’... em vez de enfatizar o conflito,valorize e legitimar as diferenças; em vez de se preocupar em pesquisar culpas e justificar falhas, procurar a própria responsabilidade, em vez de se preocupar em descobrir ‘’ quem tem razão, procurar determinar ‘’ como poderemos obter melhores resultados’’.

Extremamente enriquecedor este livro!

Super dica de leitura.

Bjs,
Alda 


terça-feira, 28 de abril de 2015

Revista: Gênios da Humanidade.

Muito interessante esta revista, "Gênios da Humanidade" publicada recentemente pela editora Alto Astral. Um pouco desses gênios, que mudaram o mundo com seus talentos, suas ideias e invenções.

Gênios da Matemática, Química, Astronomia e Física são retratadas de uma maneira bem objetiva e concisa. Por exemplo, o gênio da Física, Stephen Hawking, traz sua trajetória, curiosidades, livros, cinebiografias assim como, a origem da genialidade de cada um.

Cito alguns: Albert Einstein, Benjamin Franklin e Isaac Newton da Física. René Descartes e Blaise Pascal, da Matemática. Assim como: Galileu Galileu e Robert Hooke, da Astronomia, entre outros grandes gênios.

Bem agora, vou falar de Alberto Santos Dumont, um brasileiro que fez história na aviação que foi brilhantemente retratado nessa revista.


Ele nasceu no dia 20 de julho de 1873, em Minas Gerais. Em 1891, aos 18 anos, foi morar na França onde completou os seus estudos e levou consigo o sonho de voar.

Assim que chegou, comprou um automóvel movido a combustão e, assim, promoveu a primeira corrida de automóvel em Paris.

Em 1897, com um balão alugado, fez o seu primeiro voo. Após essa aventura, passou-se 1 ano. Então, ele voltou a voar,agora com um balão construído por ele, o balão "Brasil’’.

Ainda hoje, existem polêmicas, já que não o consideraram como o inventor do avião e sim os irmãos americanos Orville e Wilbur Wright.

Só que, na verdade, os irmãos temendo serem copiados não o tornaram pública sua descoberta e, além do mais, o avião era lançado por uma espécie de catapulta, pois não possuía rodas.

Segundo a Wikipédia: ’’O 14-bis, também conhecido como Oiseau de Proie (francês para “ave de rapina”), foi um avião híbrido, construído pelo inventor brasileiro Alberto Santos Dumont em 1906 e testado entre os dias 19 e 23 de julho desse ano na cidade de Paris, França, sendo o primeiro objeto mais pesado que o ar a projetar-se do solo por impulsos próprios, superando a gravidade terrestre, o atrito do ar e as leis básicas da física.’’

O certo é que ele é considerado o ‘’Pai da Aviação’’, um jovem que superou todas as dificuldades, uma figura ‘’ímpar em toda historia da humanidade’’.

Dica de hoje!

Bjs,

Alda

Fonte das ilustrações: Google


segunda-feira, 27 de abril de 2015

Livro: O poder do tigre.


Um livro muito interessante: ‘’O poder do Tigre- A força e a inteligência de um líder’’. Escrito pelas autoras Analía L’Abbate e Karina Qian Gao lançado pela editora V&R.

Este livro possui 32 contos chineses ou ‘’Cheng-u’’. O livro tem como um dos objetivos aproximar a ‘’essência do pensamento oriental ao mundo ocidental’’.

Na China, o tigre e o dragão representam a dualidade da natureza e da consciência humana. Por isso, é necessário o equilíbrio destas forças para a harmonia do entorno.

Escolhi um conto para compartilhar com vocês hoje, aqui no Blog, ok!



LÃO MÃ SHÍ TÚ
Conhecer o caminho

Após ganhar uma guerra, um exército de um país do Norte tinha que retornar para a sua casa, porém o inverno fez com que as tempestades e a neve fossem um obstáculo para o retorno.

‘’Um soldado pergunta ao general: ’’O que faremos?Nossos cavalos são jovens e fortes, mas estão desorientados’’.

O general respondeu:

‘’Eu sei quais são os cavalos que poderão nos guiar até o nosso reino’’, e, com grande determinação, escolheu os mais velhos de todos’’.

É claro que, o soldado não concordou com o general, pois achava que os cavalos velhos não resistiriam ao clima e morreriam pelo caminho, sem levá-los até em casa.

O general respondeu tranquilamente:

‘’ Um cavalo velho conhece o caminho.Estes animais percorreram esta rota centenas de vezes e podem reconhecê-las pelo olfato, apesar da tempestade, da neve ou do vento.Deixem-nos guiar por eles’’.

Bem, eles chegaram salvos em casa...

Moral da história:

‘’Só uma coisa é mais dolorosa que aprender com a experiência; é não aprender com a experiência.

(Laurence Johnston Peyer)


Super dica!

Bjs,

Alda 



domingo, 26 de abril de 2015

Filme: Alice no País das Maravilhas.


O filme, ’’Alice no Pais das Maravilhas’’ tem um super elenco: Cary Grant, Gary Cooper, W.C Fields, entre outros.é uma obra de Lewis Carroll.

 Bem, é um filme para criança. Mas quem de nós ainda não assistiu ou leu sobre a história de Alice no País das maravilhas? Nossos pais nos proporcionavam bons momentos literários quando éramos pequenas.

Pensando assim, resolvi indicar este filme!Um filme lançado em 1933. Grande parte do filme é real, exceto o segmento ‘’A morsa e o carpinteiro’’, que foi animada pelo estúdio da Max Fleischer.


Original! Diferente de tudo que você já assistiu na vida!

Super dica de hoje!

Bjs,
Alda 






sábado, 25 de abril de 2015

Livro: Paixões, amores e desamores que mudaram a história.

Pense em um livro esclarecedor... Pensou? Sim! Pois é, este livro: ’’Paixões, amores e desamores que mudaram a História’’. É um livro muito interessante!

A autora Rosa Monteiro, a escritora espanhola mais lida na atualidade. Bem, o livro tem a tradução de Maria Alzira Brum Lemos e Ari Roitman, lançado pela editora Ediouro.

Nele você grandes paixões da história, desde os duques de Windsor, á Liz Taylor e Richard Burton. De Evita e Juan Perón à John Lennon e Yoko Ono, entre outras grandes paixões arrebatadoras.

Muito interessante!Existe uma reflexão da autora:

‘‘... dizer que vamos falar de paixão não esclarece grande coisa:na realidade,estamos fazendo nada mais que nomear o caos.O que define a paixão/Qual é a característica substancial que nos faz reconhecê-la?Será um ingrediente sexual desenfreado?Certamente não, porque existem paixões platônicas, os amores galantes dos trovadores, a Beatriz de Dante. Seria mais correto dizer que a essência do passional é a alienação que produz: o apaixonado sai de si mesmo e se perde no outro, ou, melhor dizendo, naquilo que imagina do outro’’.

Fantástico este olhar sobre a paixão! Até porque, quem nunca se apaixonou? Alguns dizem: ’’Ele é o homem da minha vida’’ ou ‘’Ela é a mulher que eu quero casar’’. Mas, o tempo passa...Descobrem que desejo não é amor.Que sexo ,não mantém uma relação por si só.Que a paixão não virou amor. Assim, cada um segue um caminho como estranhos de si.

Sempre digo que é quase impossível fazer juras de amor eterno em relacionamentos de meses. Se, com alguns anos, o ‘’eu amo você’’ chega meio sem jeito.

A paixão é avassaladora, forte e passional. Para uns o outro é ‘’objeto de desejo e posse’’. Se pudessem, colocariam ‘’chips’’’ para seguir 24 horas, o ser ‘’amado’’.

O amor é pacifico brando e livre de posses e desejos. É um pássaro livre para voar sem amarras. É generoso, libertador e transformador.

Vou fazer um pequeno resumo da história de paixão de um casal, que era visto como ‘’alma gêmea’’, mas que sucumbiu pelas drogas e traição. Chegando a ‘’vender uma imagem de amor incondicional’’.

Bem, John Lennon segundo a autora, queria ser ‘’autêntico’’. Isso, no final dos anos de 1960 e início dos anos de 1970.

John Lennon foi um menino ‘’muito infeliz’’. Seus pais Julia e Fred, se separaram muito cedo, e, segundo relatos da época, não eram pais amorosos e presentes na vida do pequeno Lennon.

Seu pai, que era garçom, costumava viajar em transatlânticos e até o chamava para ir junto, mas John escolhia ficar com a mãe. Só que ela o abandonou e fugiu com outro homem, entregando-o para sua irmã ‘’Mimi’’, que era muito ríspida com ele.

Esse fato, o transformou em uma criança ‘’feroz’’, que aos 5 anos de idade foi expulso de uma creche por ‘’aterrorizar uma menininha’’, pois era ‘’cruel,encrenqueiro e violento’’.

Foi um adolescente ‘’valente que maltratava os frágeis’’. Aos 17 anos, junto com Paul Mc Cartney (15 anos) e George Harrison (14 anos) montaram a primeira banda.

Aos 18 anos de idade, ele perdeu sua mãe. Fora vitima de atropelamento. Daí a homenagem através da música: ‘’Mother’’ que dizia:

‘’Mãe, você me teve/
 Mas eu nunca te tive/
Eu te quis/
Você não me queria’’.

Porém, o uso de bebidas e drogas, o tornou um alcoólatra e viciado. Ele ficou violento, chegando a surrar e roubar marinheiros. As mulheres sofriam em suas mãos e era temido por seus amigos.

Mas, ele não gostava do seu passado, tendo relatado à uma jornalista na época:

‘’Lembro que na escola quebrei o vidro de uma cabine telefônica a socos, ou seja, havia uma espécie de lado suicida e outro destrutivo em mim que está se resolvendo para o bem, creio, à medida que fico mais velho, pois a verdade é que isso nunca me agradou.Não gosto de acordar e pensar:’’O que aconteceu?Matei alguém?’’

Mas, foi em 1966 que John Lennon conheceu Yoko Ono. Ela era uma artista plástica sem sucesso e que estava expondo em uma galeria.

Ele, na época, estava no auge com os ‘’Beatles" e, por isso, as más línguas diziam que ela ‘’começou a perseguí-lo desde o primeiro dia’’.

As opiniões da imprensa eram que ela era ‘’ambiciosa ao extremo, de dura e violenta à egocêntrica; de calculista à insensível. ’’É uma pedante insuportável’’.

Enfim, entre casamentos mal sucedidos e uma tentativa de suicídio, ela foi internada em uma clínica psiquiátrica. Seus relacionamentos eram conturbados, indo do sexo à loucura.

Em 1968, apareceu o Maharishi Mahesh Yogui, um guru indiano. E, num ‘’piscar de olhos, os lisérgicos Beatles se tornaram seus seguidores a ponto de ir à Índia atrás dele para praticar meditação’’.

Com o tempo, descobriram que ele era um oportunista e se aproveitava de suas seguidoras. O extremo aconteceu quando, após um período de abstinência em virtude da meditação, John voltou a se drogar. Um coquetel de drogas o fez imaginar que era Jesus Cristo.

Além de tudo isso, John traiu sua esposa Cynthia, quando ela viajava com Yoko. E, quando Cynthia retornou, ela perdera sua casa.Mais uma vez, Yoko se aproveitou da situação.

Mas, a relação de John e Yoko foi conturbada. Ao começarem a viver juntos, eles passaram a consumir heroína e a beber quase todos os dias.

Devido a esse fato, foram internados em clínicas para se desintoxicar. Foi uma luta constante para não voltar a consumir drogas.

Veja que na canção ‘’Cold Turkey’’, ele retrata a luta contra as drogas e o terrível período de abstinência que foi levado a passar. Tanto que ele pediu para ser amarrado por 3 dias em uma cadeira.

‘’ Trinta e seis horas/
Retorcendo-me de dor/
Implorando a alguém/
Que me libere de novo/
Oh, serei um bom rapaz/
Por favor, cure-me/
Te prometo qualquer coisa/
Tire-me desse inferno/
A rebordosa vem me perseguindo’’.

Ambos passaram por uma fase de depressão. Tendo Yoko sido mais forte até porque, John a chamava de ‘’mãe’’. Alguns diziam porque ela era ambiciosa,não querendo perder o momento de sucesso de John.

Em seu último disco, ele mostrou essa dependência dela:

‘’Depois de tudo ter sido dito e feito, nós dois somos realmente um. Os deuses sorriam sobre nosso amor, querida Yoko’’.

Só viviam grudados um no outro, alimentando uma fantasia de identidade. Repetiram e tornaram a repetir ato o fim que eram ‘’iguais’’, que eram almas gêmeas e que se adoravam.

Em 1973, devido a inúmeras brigas, eles se separaram. Ele ficou com a sua secretária, a jovem May Pang e ela por sua vez ‘’perseguia outro homem’’.

Os primeiro 9 meses foram terríveis e a jovem May sofria com os vícios  e as brigas violentas com John.Mas, as coisas se amenizaram e os 9 meses seguintes eles viveram em tranqüilidade.

Em 1980, Yoko Ono reapareceu e acabou com o casamento de John e May. Mais uma vez, eles voltaram à relação patológica.Viviam em "happening", onde ficavam meses em cima da cama conversando com os jornalistas.

Mais uma vez, as brigas eram constantes. A possibilidade de separação surgiu. Mas, eles viviam uma relação atípica apesar de deteriorada.

Bem amigos, eu sei que foi longa essa conversa de hoje, porém acredito que foi muito interessante para quem foi fã dos Beatles. Eu e a ‘’mana abençoada’’ não fomos daquela época. No entanto, hoje curtimos alguns grandes sucessos dessa banda que revolucionou a sociedade da época.

O certo, é que paixões assim aconteceram e acontecem. Vistas como ‘’saudáveis’’elas acabaram sendo consideradas patológicas, como aquelas em que algumas pessoas amam o seu ex-namorado ou marido, sem perceber que ‘’o sentimento morreu’’ e, assim, vivem na esperança de retornarem o relacionamento.

Super dica de hoje!

Bjs,

Alda


sexta-feira, 24 de abril de 2015

Filme: SIM senhor.

Para quem gosta de comédia este é o filme!!! É com o ator Jim Carrey, que sempre é motivo de muitas gargalhadas.

Ele é Carl, um funcionário que não autoriza facilmente empréstimos para a realização de sonhos. Frustrado com a sua vida após um divórcio melancólico, ele resolve ouvir os conselhos de um amigo e assistir a palestra de um homem que promete mudar a vida das pessoas.

Após assistir a palestra de motivação, ele vai dizer ‘’Sim Senhor’’ para tudo que aparecer na sua vida. Das situações mais simples a mais louca possível!

Por isso, vai se meter em muitas ‘’frias’’ que você nem imagina!

Super dica!

Bjs,
Alda 



quinta-feira, 23 de abril de 2015

Respostas.



Por que é tão difícil encontrar respostas? Respostas para as perguntas? Respostas para as dúvidas? Resposta para os sentimentos?


É muito fácil falar do outro e sobre o outro, mas é muito difícil compreendê-lo em sua essência. Muitos não sabem o que se passa com o outro. Suas dificuldades, seus medos e suas lutas diárias.

Só quem passou por uma situação de medo, sabe o que é ter medo. Só quem já amou, sabe o tamanho da saudade da perda. Só quem perdeu tudo, sabe o quanto é difícil reconstruir.

Quem me conhece sabe que ‘’falo muito’’ de tudo um pouco. Uma amiga um dia me chamou de ‘’Enciclopédia Barsa’’(rs).Mas, sou introspectiva algumas vezes, "na minha’’ e reflexiva. Quando estou calada sou sempre questionada sobre o ‘’porquê’’.

Não busco ser melhor que ninguém e nem perfeição. Busco a mim mesma como opção de aprender a lidar com minhas ‘’neuras ou manias, que fazem parte de todos nós.

Minha busca é constante. Busco respostas para a minha resposta. Busco respostas para as minhas perguntas...Sei, muito ‘’sinistro’’ essa busca!’’(rs).

Por buscar respostas me pergunto diariamente: ’’Como posso vencer meus medos?, ‘’Como posso lidar com pessoas difíceis?’’, ’’Como posso ser uma pessoa melhora cada dia?’’.

Sim, muitas perguntas para tão complexas respostas. Até porque, tudo é muito pessoal, pois cada um ‘’sabe a alegria e a dor de ser quem é’’.

Se desejar respostas sobre a sua vida, então saiba quem você é, o que você quer da vida e o que deseja para o seu futuro. Suas escolhas serão decisivas para o seu futuro.

Eu respondo todos os dias: ’’Sim, eu quero ser feliz e fazer os outros felizes’’.O que me basta por hoje.

Bjs,
Alda 



quarta-feira, 22 de abril de 2015

Filme: A casa do lago.

Que belíssimo filme!!Um filme que fala de um amor vivido em um passado e em um presente. Um encontro em vários desencontros. Um amor que tenta sobreviver entre duas pessoas separadas pelo tempo.

Os protagonistas são Keanu Reeves e Sandra Bullock, que vivem um amor entre os anos de 2004 e 2006, em um cenário único... Uma casa construída no lago.

Os encontros são marcados através de cartas colocadas em uma espécie de portal, que era uma simples caixa de correios, no meio de uma paisagem exuberante.

Uma médica e um arquiteto que trocam juras de amor em um típico romance que transcende qualquer justificativa de sua existência. Feitos um para o outro?Eles acreditam que sim!!!Apesar da diferença de 2 anos que os separam,o presente é mais atual que o passado.

Imperdível!!

Dica de Hoje!

Bjs,
Alda 



terça-feira, 21 de abril de 2015

Mentira tem perna curta...





Li uma frase em um dos post: "Mentira tem perna curta, mas corre que é uma beleza’’.Verdade! A mentira nunca sobrevive em meio das verdades.

Penso que, você pode mentir por um tempo, mas não por muito tempo. Quem é verdadeiro é verdadeiro. Quem mente, não consegue esconder-se por muito tempo.

Conheço pessoas que dizem:’’Uma pequena mentira não faz mal para ninguém’’.Será? Eu e a "mana abençoada" aprendemos que o dia que alguém ‘’faltar com a palavra", cuidado,não é digno de confiança’’.

Já sofri na ‘’pele’’ algumas mentiras que foram ‘’ditas’’ como verdades!A mais atual é que perdi uma grande oportunidade de vivenciar novas experiências de trabalho, por omissão de informação de quem eu menos esperava tal posicionamento.

Mas, como nosso pai disse: ’’Esquece, porque algo melhor vem para você’’. Sim, papai tem razão!!Os pais geralmente são muitos sábios e generosos em confortar os corações de seus filhos.

Sempre digo para os meus pacientes: ’’O nosso maior juiz é a nossa consciência, que nos condena ou absorve pelos nossos atos’’. Acredito! Até porque acredito, que quem nos faz chorar hoje, amanhã vai conhecer o nosso melhor sorriso!

 A ‘’mana abençoada’’, vira e mexe fica contrariada quando vê segundo ela, ‘’o mal prevalecer’’. Ela, como eu, abominamos pessoas mentirosas, dissimuladas e ambiciosas por poder.

 Digo a ela que, nem um mal é eterno. O bem sempre vence o mal. Quem faz mal ao outro, colherá em seu tempo as consequências do seu ato.

Em tempos de imposto de renda, sempre sou sondada para emitir recibos ilegais. Sempre falo: ’’A ‘’mana abençoada já enviou’’ mesmo ela ainda não ter feito.

Um dia disse a uma amiga: ’’Se não atendi então, porque emitir recibo falso? ’’Ela me disse: ’’Ninguém vai saber! Pelo menos você ganha um dinheiro até porque todo mundo faz’’.

Ops! Será? Bem, pode até ser, mas não estou neste ‘’todo mundo’’. Sempre digo que ter ética é respeitar princípios. E você acredita que sou taxada como ‘’muito certinha’’ e vista como se,desejasse ser melhor que os outros?

Por fim, quem mente para se beneficiar é capaz de ‘’passar por cima de você, logo na primeira tentativa’’. Abra os olhos, já que mentira tem perna curta!

Bjs,
Alda 


segunda-feira, 20 de abril de 2015

Sete minutos.


É incrível como 7 minutos fazem você tomar uma decisão em sua vida. Foram curtos 7 minutos, mas que despertaram o ‘’acordeeeeeeee, menina’’ em mim.

Sempre digo que, nada na vida é por acaso. Que acaso não existe. O que colhemos, o que plantamos e sucesso, só vem depois de muitas lutas. E que cada ação tem sua reação como efeito.

Por ser terapeuta ocupacional, ás vezes, fico 7 minutos em silêncio para ouvir meus pacientes ‘’chorarem a sua dor emocional’’.São longos 7 minutos, mas curtos são os 7 minutos de minha resposta.

Dias desses, um paciente disse: Nunca fui ao médico porque tinha medo de saber algo e morrer’’. E em 7 minutos a conscientizei de que o descaso com a saúde a fez internar com o quadro de pancreatite aguda.

Bem, antes de terminar este texto que levou 7 minutos para escrevê-lo. Aqui vou deixar o meu recado: ’’Se em 7 minutos puder dizer ‘’eu amo você’’ para alguém, o faça! Porque talvez você não tenha mais estes únicos 7 minutos. ’’

Bjs,

Alda



domingo, 19 de abril de 2015

Livro: O menino e o Plátano.

Que belo livro é este! Riquíssimo de ‘’amor ao próximo’’. Este livro, ’’O menino e o Plátano’’, é da escritora Rosa Walda Abreu, com ilustração de Sérgio Ramos, que foi lançado pela editora Paulinas.

Sempre que posso, vou até a livraria Paulina para ‘‘garimpar’’ belas obras literárias. Tenho alguns amigos que, acabaram sendo mais que funcionários, pois são muito atenciosos comigo. Indicam livros, mostram tantos outros e até falam dos livros em promoção.

A autora conta a história de um pai, que plantou uma ‘’muda de plátano’’ em seu jardim quando seu filho nasceu na primavera. Era a sua forma de dar ao filho a oportunidade de crescer junto com a árvore.

O tempo foi passando e o menino cuidava do seu ‘’plátano’’. Brincava sempre ao seu lado. Gostava de admirar o seu crescimento e todos os dias o regava.

Só que, o menino percebia que as folhas secas caiam e isso o incomodava. Mesmo secas as folhas eram belas. De várias formas e cores. Que desperdício jogar fora.

O que fazer com elas? Ele então resolveu ‘’dar vidas as folhas’’. Como faria? Lembrou que passava todos os dias em frente a uma casa, que cuidava de idosos. Foi então que a grande ideia veio.

Confesso, que lembrei que já havia feito uma atividade terapêutica com uma criança com Síndrome de Down da mesma forma que a criada pelo menino de reaproveitar as folhas secas.

Ficou curiosa (o)?

Desculpe foi a minha intenção!!(rs)

Dica de livro para comprar esta semana, ok!

Bjs,

Alda 


sábado, 18 de abril de 2015

Filme: Uma lição de Amor.

Neste filme, ’’Uma lição de Amor’’, é possível constatar que, mesmo uma pessoa diagnosticada como Autista, aquele que muitos dizem ‘’viver em seu mundo’’e com dificuldades de expressar sentimentos, por exemplo, pode sim...Amar o outro!

A história é de um homem com Autismo, que tenta recuperar a guarda na Justiça, de sua filha, uma vez que, foi dito como ‘’incapaz’’ de criar uma criança de 6 anos de idade.

A criança fica sob custódia da Justiça e ele contrata uma advogada para tentar recuperar a guarda da sua filha. Para pagar os honorários, ele trabalha muito, só que o dinheiro é sempre insuficiente.

Assim, acaba encontrando uma advogada muito competente, mas insensível aos problemas do outro.E ele a convence, depois de sensibilizá-la a aceitar o caso.

Sam, é um pai, acima de tudo, muito dedicado,  que deseja ensinar a sua filha a ser alfabetizada. Porém, devido a suas limitações intelectuais,ele não consegue êxito!

Um filme que emociona é que nos leva a refletir que, a deficiência de uma pessoa pode limitá-la a aprender os conceitos da vida e suas relatividades, mas nunca a amar.

Lindoooooo,filme!

Para assistir, sem piscar!(rs)

Bjs,

Alda