sábado, 29 de fevereiro de 2020

Miniconto:A amizade







Se existe algo tão especial na vida de uma pessoa são os amigos. Amigos de todas as horas. Para todas as horas. Amigo que sorrir com você. Dá o ombro para chorar. Amigo que diz ‘’acorda pra vida’’. Que arranja um ‘’jeitinho todo especial’’ para dizer você está errado e coloca você ‘’nas alturas’’ quando deseja dizer o quanto gosta da sua amizade.

Por isso, resolvi deixar hoje, aqui no Blog, um conto sobre a Amizade. Pois, creio que só quem tem amigos leais, legais e para todas as horas saber o valor de uma amizade.

**********
‘’Amigo é coisa para se guardar do lado esquerdo do peito ...’’. É um trecho da música de Milton Nascimento que fala do valor de uma amizade. Penso que amigos são pedaços de nuvens que os anjos jogaram do céu e que em terra transformaram-se em pessoas especiais. E, de tão especiais, fazem deste mundo um mundo melhor.

Há alguns seres humanos que são muito competitivos e egoístas. Existem os invejosos do teu sucesso. Aqueles que te colocam para baixo quando estás já “em baixo’’. Os que nada fazem para te ajudar porque o teu sucesso significa, na visão deles, a demonstração de que não são  bons o suficiente. Diante dessas coisas, a amizade verdadeira é um tesouro que poucos dão o valor merecido e os que sabem da sua importância cantam em verso e prosa a felicidade de tê-la em sua vida.

Quantos amigos tens? Amigos de risos e de choros? Amigos para todas as horas? Aquele que antes de dizeres que não estás bem, ele já te falou palavras de consolo? Amigos que não te cobram, que não te criticam? Que nos momentos mais difíceis, te estendem a mão amiga? Ah! Como faltam pessoas assim! Mas há gente que constrói muros invés de pontes, e, por isso, poucos ou nem amigos possuem.

Vou contar uma história sobre a amizade...

Havia duas inseparáveis amigas. A borboleta azul e a joaninha vermelha. Uma voava sem rumo certo e a outra de pés no chão corria atrás dos seus sonhos. A borboleta orgulhava-se por ser livre e a joaninha por mais que trabalhasse ainda era dependente.

Um dia resolveram fazer um passeio juntas. Como seria? A borboleta deu a sugestão de voarem e a joaninha de caminharem...

-          ‘’Sobe nas minhas costas que te levo ao céu. É muito bom ser livre. Faço o que quero. Vou em busca do que preciso. Já trabalhei com tudo um pouco. Hoje tenho o meu canto para trabalhar. Vamos! Venha voar comigo minha amiga Joaninha!”

-       ‘’Tenho medo de altura. Não quero me arriscar. Sou pé no chão, amiga! Tenho horário para tudo. Não tenho tempo para voar mais que uma hora...’’

Neste impasse elas ficaram até que a borboleta cedeu para a joaninha, que havia pedido para acompanhá-la em um passeio terrestre.

         Nunca havia andado tão perto do chão. Tudo era tão novo! Tentou fazer de conta que estava tudo bem. Mas, não estava! Tentou apreciar o passeio- era pedir demais! Então, voou sem se despedir da joaninha que sem saber o que ocorreu, parou no meio do caminho.

Passou-se muito tempo e até hoje a joaninha espera notícias da borboleta! Lembra das conversas e dos conselhos, da amizade que começou e que pelo jeito acabou para a borboleta....
______________________________________________________ 
No livro O Pequeno Príncipe de Antoine de Saint-Exupéry, o essencial é invisível aos olhos. A raposa diz ao Pequeno Príncipe:  ‘’...Tu  te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas...’’. Então, pensa o quanto és importante para os teus amigos e eles são para ti, para que um dia ao perder um amigo não digas ... não o cativei ...

Alda de Cássia
Imagem:Vitória de Cássia 

sexta-feira, 28 de fevereiro de 2020

Dica de leitura: O planeta dos Sábios


Este livro ’’O Planeta dos Sábios’’- Enciclopédia de Filósofos e filosofias, é de autoria de Charles Pépin, com tradução de Júlia da Rosa Simões e ilustração do cartunista Jul.

Um livro muito interessante, com ilustrações que proporcionam ao livro uma leveza filosófica, até porque, nem todo mundo gosta de filosofia, mas muitos usam a filosofia no seu dia a dia.

Vou dar alguns bons exemplos. Vejamos... uhhh...Já sei:’’Não vivemos para comer, mas comemos para viver’’. Essa frase é do grande filosofo Sócrates.Outra: ’’Viver significa lutar’’, de outro filosofo Sêneca.

Pois bem, neste livro você encontra a vida de grandes filósofos: René Descartes, Friedrich Nietzsche, Confúcio, Jacques Derrida, entre outros.

Cada um destes filósofos tem um resumo de sua vida e pensamentos e uma charge que os representa, ou melhor, que tenta ironizar seus pensamentos.

É bom deixar registrado, que você faz uma viagem pela filosofia, indo do Ocidente ao Oriente, em textos coesos e acessíveis à compreensão.

Vou citar o filosofo Confúcio, para mostrar a riqueza filosófica deste livro. Segundo o autor, Confúcio foi um filósofo que nasceu em 351a.C e morreu em 479 a.C, tendo sido o fundador do ‘’Humanismo chinês’’ e influenciado significativamente a civilização chinesa.

Ele dizia:
’’Para pôr ordem no mundo, precisamos primeiro pôr ordem na nação; pra pôr ordem na nação, precisamos pôr ordem na família; para pôr ordem na família, precisamos cultivar nossa vida pessoal; e para cultivar nossa vida pessoal, precisamos primeiro consertar nossos corações’’.

Alda de Cássia 

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2020

Dica de filme: A última música



Este filme, ’’A última Música’’, foi baseado no romance de Sparks, autor de: ’’Um amor para recordar’’ e ‘’Diário de uma paixão’’, cujos atores são Miley Cyrus , Liam Hemsworth e Greg Kinnear.

 Fala de uma jovem rebelde, que foi fruto de um divórcio e que foi levada para a casa de praia do pai, pela mãe, junto com o irmão para que o pai tentasse resgatá-la como filha.

No início...É visível o conflito entre eles. Então, o pai tenta buscar alternativas para mostrá-la que o seu comportamento é inadequado e que ela é uma jovem boa de coração.

Um lindo filme... Muito comovente...Um filme ‘’pra lá ‘’ de romântico. Um drama onde os temas conflitos familiares, primeiro amor e segundas chances relacionam-se.

Dica de hoje!

Alda e Vitória de Cássia 

quarta-feira, 26 de fevereiro de 2020

Ahhhh colo de mãe







Ahhh colo de mãe...Que faz sentir tão protegida e aconchegada. Colo que aquece no frio desde as primeiras horas de vida.Colo de mãe... Que coloca na posição mais adequada para amamentar...Olha como o ‘’maior amor da vida dela’’.

Ahhhh colo de mãe... Que faz dormir após um pesadelo em seu colo. Ahhh colo de mãe que faz dizer nas situações mais difíceis: ‘’Quero o colo da minha mãe, agora!’’.

Ah colo de mãe que mesmo você tendo feito a ‘‘maior birra do ano’’, ela após uma ‘’chamada federal’’...Coloca um olhar de compaixão em você e pede para Deus proteger de todo o mal.

Ahhhhhh colo de mãe!!!

Alda de Cássia

*Imagem:Santuário Divina Misericórdia

terça-feira, 25 de fevereiro de 2020

Dica de filme: Pequenos milagres


O filme, ‘’Pequenos Milagres’’, fala que a esperança pode ser encontrada nos lugares mais inesperados. Os personagens vão se cruzar no meio do deserto, mas, para que isso ocorra, cada um vai passar por situações pessoais, com forte impacto emocional.

Cito os personagens para aguçar a sua vontade de ver o filme: Um homem à beira de um suicídio. Um rapaz que busca o reencontro com a namorada que morreu e uma garota que recebe sinais que a salvam da morte.

Vou tentar falar um pouquinho do filme, mas sem comprometer o enredo, já que, desejo que você consiga vê-lo porque é um filme que parece um ‘’quebra-cabeça’’, já que os personagens e as cenas são entrelaçados do começo ao fim.

Vamos lá! Espero ser capaz de expressar-me por aqui, de forma que não tire o ‘’glamour" do filme, Ok?

A cena começa com um homem em uma casa. Após a morte da esposa, ele recusou-se a ‘’voltar a viver em sociedade’’. Os amigos não o esqueceram e, no dia do seu aniversário tentam convencê-lo de quanto ele é importante para eles, tendo um dos seus amigos confessado: ’’Eu não desistir de você’’.

Ele, após abrir o presente recebido sai. No caminho leva o GPS recebido pela esposa, que o manteve guardado em uma caixa de presente há um ano, desde a morte dela.


Após sair de casa de carro, ele chega a um local no deserto. Sem rumo, ele chegou até lá! Ao descer do carro, ele ajoelha-se e, com um revolver, tenta tirar a sua vida. Mas ao ouvir a voz vinda do GPS, que antes estava aparentemente com defeito, ele olha para trás surpreso.


A voz vinda do GPS dizia: ’’Por favor, dê meia volta. Está no caminho errado do seu destino’’. Então, ele desiste de tirar a sua vida e vai pelo caminho indicado pelo GPS. E o filme prossegue cheio dessas surpresas.


Bem...Fica a super dica!

Alda de Cássia 

segunda-feira, 24 de fevereiro de 2020

Dica de leitura: Lendas da África Moderna




Li este livro: ’’Lendas da África Moderna", das escritoras Heloisa Pires Lima e Rosa Maria Tavares Andrade, tendo as ilustrações de Denise Nascimento.

A editora é a Elementar, que possibilitou chegou  ao mercado um excelente livro para o público infanto-juvenil e - por que não? - aos leitores que deixaram de ser crianças, mas ainda se permitem viver num mundo imaginário literário. 

O livro é composto por 4 lendas :’’’A língua do griô’’, ‘’A visionária menina Kikuiu’’, ‘’Madiba: a lenda viva!’’ e ‘’O brinco de ouro’’.     
   
Que belas lendas!As ilustrações de Denise são de uma sensibilidade que deixam o texto fluir com mais leveza e encantamento.


Em uma das histórias existe, uma menina que talvez tenha se transformado em gente, a partir do perfume de managu.

Fui pesquisar o que era ‘’managu’’ e descobri que é um vegetal tradicional do Quênia.

Ela percebeu que não havia cuidados, amor e alegria nas terras visitadas então, a pequena menina Kikuiu, de olhos visionários, mudou as pessoa e á vida daquelas terras.

Lindas imagens e cativantes textos!

Dica de hoje!

Alda de Cássia 

domingo, 23 de fevereiro de 2020

’'Olha tem uma placa dizendo que é assalto!’’




’'Olha tem uma placa dizendo que é assalto!’’ ... Assim disse para a mana abençoada ao ver uma placa em frente a um ônibus e, quando ‘’espantada’’, fui fixar a leitura, estava escrito "Asfalto‘’, com letra graúda e em minúscula "desculpa o transtorno".

Ave Mariaaaaaaa !!kkkkkkkkkkk ...A mana disse: ‘’Escreve no blog a tua leseira!’’ Bem aqui estou apresentando mais uma vez a minha pressa em ler tudo rápido, mas vamos convir, era 12:30 e  a minha fome ‘’abraçava’’o estômago!! Kkkkkk

Quem nunca leu errado? Por isso que na mesma semana fui ao oftalmologista, pois ‘’estava demais da conta’’, daí nossa mãe me chamar nestas situações de ‘’PL’’ .O que é? Pata lesa. kkkkk ...


Alda de Cássia 

Imagem: DHgate

sábado, 22 de fevereiro de 2020

A rosa e o sol - Miniconto





Hoje, resolvi escrever um miniconto para falar sobre o amor. Por que não? Falar de um sentimento tão belo em forma de fábula, até porque, amor que é amor, desabrocha no tempo certo.Você concorda comigo?



                     A  rosa e o sol



Um dia uma bela rosa desabrochou. Os raios do sol tocaram levemente seu corpo como um beijo. E ela foi sentindo um calor tão intenso pulsar dentro dela e aos poucos foi despertando de um sono profundo.

Quanta vida ali guardada como um abraço apertado. A vontade de ver pessoalmente o seu amado sol a fez bailar. Cada pétala fazia um movimento circular quando sentia o vento seu amigo de longas datas soprar nos seus ouvidos.

Quando desabrochou, a rosa olhou ao seu redor e viu um lindo jardim. Nunca havia visto algo tão belo, nem nos seus sonhos de verão. E ela sorriu.

O sol brilhou tão forte, que ela olhou para o céu e eles se apaixonaram e o tempo foi tão generoso que até a queda da última pétala eles estavam juntos apreciando o nascimento de um novo botão de rosa.

Alda de cássia 

*Imagem: Pinterest

sexta-feira, 21 de fevereiro de 2020

Sugestão de leitura: Ciúmes - O medo da perda acelera a perda



 Mais um livro muito interessante do psiquiatra, pesquisador e escritor Augusto Cury. Qual? "Ciúmes: O medo da perda acelera a perda". Foi lançado pela editora Gênios. 
    
Quem nunca sentiu ciúmes, nem que seja ‘’uma pitadinha’’? É deste universo, que o escritor resolveu falar. Desde a história do ciúme até o ciúme e solidão do autoabandono.

Confesso, que li em um só dia o livro! O que achei?Muito reflexivo. Por isso, vou fazer algumas colocações sobre o que agreguei, como conhecimento e espero que você tenha a oportunidade de ler na integra.

Bem, ele diz que o ciúmes "é uma necessidade neurótica’’. De que?De controlar o outro. Você concorda?Conheço casais em que a mulher permite que o homem a controle a cada passo.

Ligações a cada hora. Não permitir que fale com outros homens ou que saia sem a sua presença com as amigas. Doentio? ou será amor?????

Um dia ouvi a seguinte frase no corredor: "Ela tomou chumbinho. Ele dizia que ela o traia com outro. Ela dizia que não, mas ele perturbou tanto ela que ela até tentou se matar. O pior é que ele vem mais tarde na hora da visita e ela até se sente culpada pelo que fez’’.

Pois bem,só para terminar, Augusto Cury diz que é necessário que o casal converse sobre sua relação, praticando a ‘’mesa-redonda do Eu’’, que evitariam conflitos.Você concorda? 


Penso que amor, amar seja laço e não nó.Quando chega a cobrar, sufocar e criar problemas onde não existem...Ahhhh já deixou de ser amor...Já virou uma ''veneno'' dizem até ''dependência afetiva'' e terminar acaba sendo uma ''novela mexicana''.

Então...Que o amor seja um nobre sentimento onde seja revelado o melhor de você diante do outro e o melhor do outro diante de você.Que seja um rio desaguando no mar...Que você feche os olhos e sorria...Vale a pena amar!

Alda de  Cássia                 

quinta-feira, 20 de fevereiro de 2020

O tempo passa...










O tempo passa... O que era prioridade passa a ser ‘’Dá para esperar um pouco’’, pois você descobre que não era prioridade.

O tempo passa... Os sentimentos mudam, mas o que é verdadeiro NUNCA muda só torna-se certeza.

O tempo passa... Tudo vale a pena e se não vale então, desista de tentar.

O tempo passa... Você muda de rumo, pois percebeu que estava indo para o lado errado.

O tempo passa... Que bom! Ciclos que acabam e outros que começam!

O tempo passa... Toda palavra ‘’dita’’ ou não selecionada quem fica e quem não fica.

O tempo passa... Pode não voltar mais e a saudade apenas ficar.


O TEMPO PASSA...Vá com ele e seja feliz!

Alda de Cássia

*Imagem:Pensamento Poético

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2020

Sugestão de leitura: Ser como o rio que flui


Em seu livro: "Ser como o rio que flui pensamentos e reflexões", publicado pela editora Agir,  o escritor Paulo Coelho menciona no prefácio a sua história de como almejava ser escritor quando criança e da resistência de sua mãe que desejava que ele fosse engenheiro.


Relata que na época do inicio da década de 60 descobriu 8 motivos para desencorajar qualquer um de ser escritor.Cito,este: "Um escritor não usa óculos e não se  penteia direito.Passa metade do seu tempo com raiva de tudo e, a outra metade, deprimido.Vive em bares, discutindo com outros escritores de óculos e despenteados.Fala difícil.Tem sempre ideias fantásticas para o seu próximo romance e detesta aquele que acabou de publicar".


Cada livro envolve o leitor como uma teia de aranha, que a cada palavra tece os corações e os envolve em uma harmonia, que só o coração sabe o caminho. E, no final,o leitor redescobre-se como personagem do livro...Minha sensação!


Como se cada palavra tivesse "tocado em uma ferida" há muito tempo não cicatrizada, já que as "feridas da alma" são eternizadas pelas lembranças que não se deseja esquecer, por mais que seja negado esse desejo.Percebi assim!


Mas,como diz o titulo do seu livro: "Ser como o rio que flui"...Ele fluiu! E hoje é um dos maiores escritores do Brasil e do mundo, com milhões de exemplares vendidos de suas obras. Obras com uma linguagem acessível ao entendimento de qualquer leitor que deseje "navegar" neste rio que ele deixou fluir de seus pensamentos. Mas, o que é melhor... Que deseja desaguar no "coração" de seus leitores para aplacar o "tsunami" do passado não elaborado por tantas perdas afetivas.

Alda de Cássia 

terça-feira, 18 de fevereiro de 2020

Brincando com as palavras





Vamos fazer hoje, um bate-papo bem diferente! Vou precisar de muita inspiração para organizar os pensamentos. Vamos lá! Respirar fundoooooooooooo!!!! E vai mana Alda, concentra e foca na foca! (rsrs)
Ops!  Desculpe foi só para descontrair! (rs)

Vou falar uma palavra e vou atrelar outra palavra. Depois vou fazer a troca destas palavras entre elas. Pois bem,eu vou, mas não será de forma aleatória e sim com coerência. Ok? No final, vou colocar as palavras e você pode, se desejar, relacioná-las.Vamos nesta aventura? Vamos sair da zona de conforto da criatividade adormecida! Uhuuuuu!

1,2 e 3...

   Rosa-amor
  Caneta-pensamento
   Escolha-caminho
   Sentimento-sensações
   Borracha-esquecimento
   Tintas-aventuras

Ok!Agora vou trocar!

  Amor – sentimento
  Pensamento- borracha
   Caminho- tintas
  Sensações- rosa
   Esquecimento- borracha
   Aventuras- caneta

Ufaaaaaaaaaaaa! Caso você queira tentar, aqui as palavras:

   Rosa -
  Caneta-
 Escolha-
 Sentimentos-
   Borracha-
 Tintas-

Outro jogo de palavras. Lembre-se que existe uma coerência. Ok? Mas, é claro que é muito pessoal, o que significa que pode ficar com algumas palavras do jogo idênticas ou não!

 Amor -
   Pensamento-
   Caminho-
   Sensações-
  Esquecimento-
   Aventuras-

P.S: Duas perguntinhas:O que permaneceu?Qual a relação? 

Alda de Cássia

 *Imagem: Wiki jornal 

segunda-feira, 17 de fevereiro de 2020

Conto terapêutico- O abraço


 É hora de falar de mais um conto do nosso livro: ‘’Contos Terapêuticos: À Procura de Respostas’’. Foi uma realização da FEAPAES-PA (Federação das Apaes do Estado do Pará) e APAE BRASIL. Foi  patrocinado pelo Carimbó da Sorte e Aplub .

Qual o conto? Bem, vou falar hoje sobre: ‘’O abraço’’. Fala sobre a história de duas irmãs, que nutriam uma pela outra um amor incondicional, a ponto da irmã mais velha consegui sentir o abraço da irmã que não nasceu com os braços.

Pois é, todas as vezes que Graça chegava do trabalho, ela corria para abraçar a irmã Poliane. A sensação era tão boa que era como se todo cansaço fosse deixado de lado.

Um dia, Poliane já prevendo a sua morte, fez um pedido muito especial para a irmã. E no dia marcado para a ‘’viagem’’ Poliane foi com a brisa fria.

A tristeza tomou conta de Graça, mas ela se lembrou do pedido da irmã e no dia do aniversário dela, ela cumpria a promessa que fazia com que voltasse a sentir o abraço da irmã.


Alda de Cássia 

*Imagem: Elo 7 

domingo, 16 de fevereiro de 2020

O medo e a Fé



Quando o medo chega... Precisamos nos revestir de Fé. A Fé salva e o medo nos afasta da Fé. A Fé nos invade e nos torna mais corajosos. O medo  nos torna frágil e sem coragem. A Fé vence o mundo e o medo, o destrói.

O silêncio na oração nos aproxima de Deus. Por dentro cresce um jardim bonito que fica cheio de flores e vida. A Fé não lhe afasta das pessoas, ela lhe aproxima das pessoas de Fé e elas de Deus.


Tenha Fé e não medo! Diga ao medo: ‘’EU tenho Deus e você medo de ser tocado por Deus’’.


Alda de Cássia

*Imagem:Portugal/Évora 

sábado, 15 de fevereiro de 2020

Amigos Presentes









Existem pessoas que de tão especiais parecem ser laços. Lindos laços em volta de um presente precioso e de valor impagável.

Como diz Padre Fábio de Melo quanto a amizade: ‘’Amizade é autoridade afetiva. É uma autoridade afetiva que exercemos um na vida do outro. Você acredita naquilo que falo porque sou seu amigo. Eu acredito naquilo que você fala, porque somos amigos...Saber que ele quer o mesmo que Deus quer para você...’’

Perfeito! Amigos presentes...Ahhhh!!! Amigos presentes me são tão raros, mas os que tenho são laços em minha vida e sei que desejo despertar o melhor neles, porque eles desejam despertar o melhor em mim.

Gratidão aos meus amigos presentes!

Alda de Cássia
*Imagem:Arquivo Pessoal/Rio Grande do Norte /Natal/Morro do Careca /Ponta Negra /Brasil

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2020

Paraense em Portugal



Éguaaaaaa que é complicado você chegar em outro Pais, e não saber e nem entender o significado das palavras. Aprendi quando fui com a "mana abençoada" à Portugal. Lá tinha muito ‘’linguajarias’’ bem diferentes.

Quais Alda? Bem quando entravamos nas Igrejas, o guia ou o responsável pelo lugar dizia bem assim: ‘’Desliguem o telemóvel !’’. Mana, nem entendi  o que era...Puxei o celular e fui registrando e um senhor chegou dizendo: "Vou tomar o seu telemóvel!!’’ e o guia prontamente disse que não era para usar o celular.

Outro foi que não se pode chamar as mulheres e homens de ‘’moças e moços’’ tanto que uma integrante do grupo ao falar no restaurante: ’’Moço vem cá!’’ foi duramente advertida por um senhor e após explicar que no Pará falamos assim...A bandeira da paz foi estendida!

Tenho tantas ‘’micagens’’ minhas que levaria 1 hora escrevendo. Então, vou colocar a ‘’top’’ das minhas pérolas que do ‘’jeitinho Alda de ser’’ deixei em Portugal e trouxe para Belém do Pará.

Bem, vou colocar em forma de diálogo ocorrido em Évora. Lá estava fazendo 8ºgraus.

Alda : Tá muito frio aqui!
Guia: O frio é psicológico!
Alda: Então, estou com problema psicológico, pois estou com frio e quando chegar em Belém vou procurar uma psicóloga!’’

Rimos todos do grupo.
Até a próxima ''micagem'' em Portugal.

Alda de Cássia

*Imagem:Templo de Diana/Évora/Portugal 

quinta-feira, 13 de fevereiro de 2020

Sentimentos dentro das palavras






Quem nunca escutou uma palavra que acolhia? Quem nunca escutou o nome de uma pessoa e sentiu saudade? Quem nunca leu uma frase que serviu de inspiração?  Quem nunca encontrou na palavra "Fé" uma força para seguir em frente? ... E acima de tudo sentiu que nunca estaria sozinha nesse caminhar.

Quando você fala: ’’Ela está alegre!’’ traz a imagem de alguém feliz e a imagem de alguém sorrindo vem na mente. Quando você escuta: ’’Ele está triste’’ e observa uma pessoa de cabeça baixa e até chorando.

Dentro da palavra ‘’Amor’’ o que pode existir? Creio que um  maior e melhor sentimento do mundo. Aquele que você senti que o sol nasce todos os dias.Flores.

O que existe dentro da palavra ‘’Esperança’’? Talvez, a certeza que nada está perdido e que é preciso continuar caminhando e agindo para a esperança se tornar uma ‘’espera um pouco mais rápida’’.

E dentro da palavra ‘’Fé?’’ Certamente, o amor de Deus que não nos basta. Deus sendo Deus para agir e restaurar. O possível sendo feito e o impossível estando no comando de Deus.Não é mesmo?



Alda de Cássia

 *Imagem:Pinterest  

quarta-feira, 12 de fevereiro de 2020

Lições que aprendi




Que nenhuma oração volta vazia;
O que plantamos, colhemos;
Que devemos sonhar alto, e fazer a altura o que precisamos para chegar a realizar o nosso sonho;
Que o bem sempre vence o mal;
Que todos os humilhados serão exaltados;
Que a verdade venha à tona e toque o coração que gerou a mentira;
Deus é fiel;
Que o bem gera o bem;
Que nada fica sem respostas;
Quem gosta de problemas é professor de matemática que resolve;
Toda escolha gera consequências positivas ou negativas;
Nada acontece por acaso;
Que tudo tem o seu tempo e tudo no tempo de Deus;
Que as lágrimas de hoje serão sorrisos amanhã;
Que é sempre tempo de perdoar e pedir perdão;
Que não devemos desistir dos nossos sonhos;
E que de joelhos e com uma fé inabalável... Nada e ninguém vai nos impedir de sermos felizes.

Alda de Cássia
*Imagem:Arquivo pessoal /Lamego

terça-feira, 11 de fevereiro de 2020

Miniconto:Te encontro no @hostelpaidegua




Um casal de portugueses queria conhecer o Brasil e fazendo uma pesquisa no Google deparou-se com Belém do Pará. Assistiu um show de lançamento do primeiro DvD do @LucyanCosta e Banda.Viu as fotos do @myviewfrombelem com belas fotos de @belemontemehoje, @diasclaudio02, @matheusfoto, @adrianomotion, @hobbyphotos_br e

Pois bem...Manoel precisava de um lugar para ficar hospedado e por sorte, ele viu o @hostelpaidegua em um vídeo e gritou para Maria: ’’Mariaaaaaaaa vem cá que achei um lugar para nós ficar.

Onde fica? Perguntou Maria. Em Belém do Pará...A terra do Carimbó e do Siriá e do ''Azeiteiro'', o tal Brega. Ahhh da lambada.Do pato no Tucupi e do Açaí.A cidade das Mangueiras.A Metrópole da Amazônia e do ‘’É-GU-A ‘’ e do ‘’Pai d'égua’’ que eles falam por lá!

Chegando no aeroporto Internacional Júlio Cezar Ribeiro, Manoel resolveu pegar um ''autocarro'', mas depois resolveu pegar um Uber mesmo, pois disse a Maria que não poderia gastar muito. Queria voltar para Portugal com reais para trocar por euros e queria ir logo para a ''casa de banho''...Estava com a bexiga cheia...Hummmm Maria não gostou muito, mas quando Manoel decide..Acabouuu!

No @hostelpaidegua, eles ficaram encantados com o lugar. Já na recepção foram bem atendidos por uma bela ‘’gaja’’ e acolhidos como se estivessem em casa. Acomodados eles tomaram ‘’aquele banho’’ e após o  almoço experimentaram ‘’o embalar da rede’’...ÉGuaaaaa Manoel até roncouuuuu.

Quando acordaram tomaram um ''pequeno café da manhã'' com tudo que o paraense gosta: café com pupunha, tapioquinha, ‘’sumo’’ de graviola, uns ‘’sandes’’ de creme de cupuaçu e comeram uns pedaços de manga...Saíram para conhecer os pontos turísticos da linda cidade das Mangueiras.

Antes de sair foram ''navegar'' pelo instagram encontrando o @c.custodiofotografia com belas fotos e @ang_matos, mas foi no @ct7photography que eles ficaram encantados com as miniaturas e por fim no @oportaldomarajo_oficial ''umas atualizações de notícias do Marajó, pois ficaram encantados com a linda paisagem ''postada''.

Pronto já  ''na ruas'' foram até o Mangal das Garças viram à famosa ‘’Cheirosinha’’ com as ‘’parentadas’’ e tiraram umas fotos. Na casa das 11 janelas...O pôr-do-sol. Na Estação das Docas tomaram o sorvete de mestiço’’ do cairu e antes de voltar para o @hostelpaidegua foram fazer orações pelo voo abençoado na Basílica Santuário de Nossa Senhora de Nazaré...A ''hospedeira de bordo'' várias vezes mandou apertar os cintos.

 E assim terminaram o dia....Achando que tudo era ‘’porreiro’’.

Após alguns dias...Partiram para Portugal e levaram além dos belos registros dos Pontos Turísticos compraram Patchouli , sabonetes de buruti, andiroba e copaíba e a melhor lembrança de terem feito boas amizades no @hostelpaidegua  tendo Manoel dado o número do seu ‘’telemóvel’’ para o casal proprietário do @hostelpaidegua e os convidando para ir para Portugal  visitá-los.

Alda de Cássia

*Imagens autorizadas pelo @hostelpaidegua