sexta-feira, 4 de fevereiro de 2022

'' Grandes conquistas vêm de alguns atrasos na rota escolhida...''





 Concordo com o cientista, matemático, pintor, arquiteto, botânico, poeta e músico Leonardo da Vinci, quando disse: ’’Quem pensa pouco errar muito’’.

De fato! Precisamos sair da zona de conforto e deixar de andar pelos caminhos já percorridos e que nem sempre mostram bons resultados e buscar planejar uma nova rota para chegar ao ponto desejado.

Geralmente, gosto de criar novas estratégias de intervenção terapêutica. Sim, quando tenho uma ideia, eu procuro pesquisar no Google, comprar livros e fazer minhas adaptações.

Não gosto de rotina. Não gosto de chegar às metas desejadas com trabalhos repetitivos, desmotivados e sem amor envolvido. Trabalhar por trabalhar não é o meu lema de vida, até porque, infelizmente, existem algumas pessoas que fazem a mesma coisa, da mesma forma e do mesmo jeito.

Não, não. É preciso pensar muitooooooooooooooooooo antes de começar a dar o quinto passo. Sim, dar o primeiro é necessário. O segundo algumas vezes, vai com empolgação. O terceiro já começa a ficar difícil, já o quarto vem o alerta ‘’Algo está errado’’ e no quinto, você para no ‘’’E agora?’’.

Refazer a trajetória com uma caneta e um papel. Geralmente, observo meus acertos e minhas falhas. Faço as correções devidas ou repenso, refaço algumas estratégias e sigo em frente.

Se errar de novo? Bem, quem não erra não acerta, não é mesmo? Até porque, grandes conquistas vêm de alguns atrasos na rota escolhida e de alguns imprevistos que devem ser resolvidos com a coragem de continuar caminhando.

Duas perguntas: Você costuma inovar? Você sai da zona de conforto da mesmice? ,

Alda  de Cássia

*Imagem/créditos: 

Nenhum comentário:

Postar um comentário