terça-feira, 24 de novembro de 2020

Conto Terapêutico: A fuga das vogais

 Hoje é dia de conto!Este ‘’A Fuga das Vogais’’ foi feito em um dia que deixei cair uma caixa de letras, do armário do Centro em que trabalho.Ao juntar as letras, me veio a ideia de conto.


Aqui está!! Espero que você goste!

Ah, qual a moral da história??


Segundo René Descartes, matemático francês: ‘’Duvidar é pensar!‘’ Então, quando você duvidar do seu valor, seja no meio familiar, no ambiente de trabalho ou entre amigos, veja o quanto você vale. Dê um valor para você! Nosso maior inimigo somos nós mesmos! Se você disser ‘’Não consigo‘’ ou  “Não sou capaz’’, você já se derrotou.

 Numa noite estrelada, dentro de uma caixa de jogos pedagógicos algumas letras estavam tramando uma fuga: As Vogais !

-  “Vamos fugir esta noite !!! O plano é o seguinte... “ (Falou a letra U)

-  ‘’Peraíiii !!! Está muito em cima da hora companheiros. Como podemos fugir se não sabemos para onde fugir ??? ‘’(Exclamou a letra I)

- ‘’Genteeee, vamos com calma !!! Vamos ouvir a letra U ! Nada de confusão! Somos amigos de alfabetos e não vale a pena brigar’’. (Falou a letra A)

- ‘’Tenho a esperança de sairmos dessa caixa ainda hoje’’ (Expressou-se a letra E)

As outras letras dormiam e mal sabiam da fuga que estava prestes a ocorrer. 

A vontade de fugir veio por que, as vogais se diziam esquecidas. Só eram lembradas no início da infância, quando são exclusivamente importantes para o alfabetizado das crianças.

A caneta do lado de fora da caixa tentava dormir e disse:

-   ‘’Silêncioooooooooooooooooooooooooooooo...Vocês são em 5, mas fazem barulho como se fosse um alfabeto inteiro. Misericórdia Divina! Deus é mais! Fale sério! Tá amarrado! Tô passado a ferro de engomar de dor de cabeça...Vocês estão  prejudicando o meu sono. E por quê? Por que acham que não são importantes? Pensem bem! Sem vocês o alfabeto estaria incompleto.’’

-   ‘’É verdade! Vamos ficar !!!” (disse a letra U).

        Mais uma vez a caneta falou:

-  ‘’ Você letra A, de amor e de amizade, deveria ter preenchido o coração das outras letras desse sentimento e não ter concordado com a fuga! Já você letra U, de união, poderia ter unido suas irmãs e evitado tantos conflitos. Pior é você, letra O! De tão orgulhosa que é, nem pensou em semear a humildade entre as letras para reconhecer que fugir é um erro. Indignado fico com a letra I, porque deveria ter levantado a bandeira da paz e cessado a confusão. Tenho a esperança da resolução deste impasse. Não é verdade letra E?”

-  “ O alfabeto inteiro tem o seu valor e só não parte dele” (Clamou a caneta).

Alda de Cássia 

Conto terapêutico extraído do livro; Contos Terapêuticos: Á Procura de Respostas 
Arte:Vitórai de Cássia 

Nenhum comentário:

Postar um comentário